quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Divisão do Horário Eleitoral mantém favoritismo de Rosalba Ciarlini

Compartilhar
Com a definição do tempo de propaganda em rádio e TV, a ex-governadora Rosalba Ciarlini abocanhou mais de um terço (3min e 39seg) do tempo total do Horário Eleitoral Gratuito (10min). Não seria precipitado dizer que essa exposição bem maior do que a de seus adversários diretos, aliada a um cenário que já é de favoritismo, dá à candidata mais um ponto a seu favor. Um dos pontos de maior força na campanha.
Motivos para rir a toa

Em busca desse tesouro que é o tempo do Horário Eleitoral, Francisco José Júnior (2min e 8seg) reuniu em torno de sua candidatura mais de uma dezena de partidos. Porém, para o cálculo da divisão desse tempo, são contabilizados somente os 6 maiores partidos da coligação, o que o deixou com um tempo menor até do que o de Tião Couto (2min e 17seg), que reuniu apenas 5 partidos.

Gutemberg Dias (1min e 34seg), por estar coligado com o PT, um partido com uma bancada bastante numerosa na Câmara Federal, ficou com um tempo até razoável levando-se em consideração o tamanho da coligação - dois partidos. Já Josué Moreira não teve a mesma sorte. Da sua coligação, espremeu-se somente 19 segundos.

Resta aos candidatos com tempos minguados apostarem nas redes sociais e no corpo a corpo.