terça-feira, 23 de agosto de 2016

Mossoró tem um total de 12 impugnações

Compartilhar
Além de Rosalba Ciarlini e Betinho Rosado, outros candidatos à proporcional também tiveram pedidos de registros de candidaturas impugnados.

Os candidatos Jório Nogueira (PSD), Flávio Tácito (PPL), Paulo Frutuoso (PDT), Gildivan Alves (PSDB), Erivaldo Pereira Tomaz (PRP), Aloisio Soares (PTN), Gidlaf Macario de Morais (PTN), Josivan Alberto da Costa (PTN), Francione Bezerra de Oliveira (PRP) e Francisco Carlos Pereira (PRP) tiveram questionados os pedidos de candidaturas pelo
Foto: g1
Ministério Público Eleitoral.

Além da ausência de quitação eleitoral, irregularidades na prestação de contas da eleição de 2012 são algumas das alegações do MPE.

Após a intimação, os impugnados tem um prazo de 7 dias para apresentar suas defesas. Os processos devem ser avaliados pelo juiz da 34ª zona eleitoral do TRE, Claudio Mendes Junior.

Justificativa

O candidato Jório Nogueira, presidente da Câmara Municipal de Mossoró, enviou esclarecimento. Ele garante que não tem débito junto à Justiça Eleitoral e que está adimplente com as multas aplicadas a ele, referentes à campanha de 2012. Afirma ainda que respeita a posição do Ministério Público e que a questão está sendo esclarecida com a juntada de documentos comprobatórios de sua adimplência.

Já o vereador Flávio Tácito explica, também por meio de nota, que o suposto débito em aberto foi pago no dia 14 de abril de 2015, conforme informação nos sistemas da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.