Banner CMM

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Com falta de incentivos e de investimentos, Prefeitura busca reversão de terrenos do Distrito Industrial de Mossoró

Compartilhar
A falta de investimentos e incentivos para o Distrito Industrial de Mossoró, e o consequente desenvolvimento econômico da cidade, foi assunto debatido esta semana no plenário da Câmara Municipal.

A presidente Izabel Montenegro denunciou o leilão do terreno da empresa "Santa Aliança", por ordem da Justiça do Trabalho.

A área de três hectares foi avaliada em R$ 2,5 milhões. A Prefeitura de Mossoró não tinha conhecimento do leilão, que aconteceu na última terça-feira (19).

Reveja o que disse a parlamentar sobre o caso: 

Reportagem exibida no programa Cenário Político, em 19/09/17

O secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Lahyre Rosado Neto, garantiu que o terreno pertence à Prefeitura e, portanto, não pode ser leiloado. Segundo o secretário, a informação sobre o leilão já foi repassada à Procuradoria do Município, que está tomando as providências para o cancelamento da venda.

Lahyre Rosado explicou que em todos os casos em que o terreno é cedido pela Prefeitura e não é utilizado, é revertido para poder Executivo. 

"A secretaria de Desenvolvimento Econômico já fez, só este ano, a reversão de cerca de 20 terrenos que não estavam atendendo aos critérios pelos quais foram doados. Outras áreas ainda estão com trâmite burocrático em andamento", afirma Lahyre.

Abaixo, as empresas que tiveram terrenos revertidos para a Prefeitura, de a cordo com a secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mossoró: