sábado, 18 de novembro de 2017

"Essa reforma não será boa para ninguém", diz procurador do trabalho sobre Reforma Trabalhista

Compartilhar
O programa Cenário Político realizou edição especial sobre a Reforma Trabalhista, que entrou em vigor no último sábado, dia 11. O procurador do trabalho, Gleydson Gadelha, explicou e analisou pontos específicos da reformulação da CLT.

O procurador afirmou que inicialmente grupos políticos e econômicos serão beneficiados, já que a redução de custos vai levar ao aumento do lucro.

Mas que a longo prazo "vai acontecer a perda da capacidade econômica dos trabalhadores, o que pode refletir drasticamente no mercado interno, que vai desaquecer", diz.

"O primeiro direito retirado do trabalhador é a representação por um sindicato forte", apesar de que "talvez um ponto positivo seja repensar o sistema sindical".

Gleydson também avalia que o processo do trabalho passa a ser um processo caro. "Há um risco de sucumbência, porque se o trabalhador perder ele vai pagar".

Além da insegurança jurídica trazida pela Reforma, "o judiciário não pode interpretar a lei".

O procurador do trabalho fala também sobre o trabalho intermitente e as consequências da Reforma para a Previdência.

Veja entrevista na íntegra:


Programa exibido em 13/11/17 na TCM - Parte 1

                                                 Programa exibido em 13/11/17 na TCM - Parte 2

                                                 Programa exibido em 13/11/17 na TCM - Parte 3