Banner CMM

quinta-feira, 22 de março de 2018

Laíre Rosado deve ficar na cadeia pública até ser transferido para presídio

Compartilhar
Laíre deixa ITEP e segue para Cadeia Pública em carro da PF
Preso no final da manhã de hoje (22), o médico e ex-deputado Laíre Rosado, depois de passar pela delegacia da Polícia Federal para depoimentos e pelo ITEP, onde fez exame de corpo de delito, foi levado para a Cadeia Pública Dr Manoel Onofre, em Mossoró.

O diretor da cadeia, José Fernandes, disse em entrevista à TCM 95 FM, que Laíre "chegou na qualidade de interno com sentença condenatória definitiva, e deverá passar alguns dias, até que a juíza de execução penal o transfira para unidade de pessoas sentenciadas", afirma. 

De acordo com José Fernandes, Laíre não deve ficar só na cela, já que "o espaço na cadeia é restrito".

O mandado de prisão foi expedido pela Justiça Federal do Mato Grosso. Laíre foi preso quando estava de plantão médico na UPA do Belo Horizonte.

Sanguessuga

Laíre foi condenado, após ser acusado pelo Ministério Público Federal, em 2006,  pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, no caso que ficou conhecido como "Máfia dos Sanguessugas".

Ele é acusado de participar de esquema que destinou cerca de R$ 110 milhões em emendas parlamentares a municípios, no período de 2000 a 2005, que lhe rendia de volta 10% em propina, o que corresponde a cerca de R$ 700 mil.