sexta-feira, 11 de maio de 2018

Quase nada ainda está definido para as eleições no RN

Compartilhar
Já estamos em maio de 2018, a 149 dias das Eleições Gerais, e nunca se teve tanta incerteza sobre as candidaturas a nível nacional. No RN não está diferente.

As pré-candidaturas já postas são as de Fátima Bezerra (PT), Carlos Eduardo Alves (PDT), Robinson Faria (PSD), Kelps Lima (SDD) e Fábio Dantas (PSB).

Mas muita coisa pode mudar.

Kelps Lima deve passar para frente seu bastão de pré-candidato. Pode ser mesmo candidato a reeleição, como previsto anteriormente, e Clorisa Linhares - que chegou a ser pré-candidata ao governo pelo PSDC - é quem deverá assumir o posto de pré-candidata no Solidariedade.


(Imagem: montagem)

Alves

Carlos Eduardo pode ter, ou não, o apoio da prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini (PP), a maior liderança da segunda maior cidade do estado, podendo o grupo rosalbista indicar inclusive o nome a vice-governador.

Pode também ter, ou não, o apoio do PSDB.

PSDB

O PSDB, é importante ressaltar, detém hoje a maior bancada de deputados na Assembleia Legislativa, com oito parlamentares, e oito bases eleitorais diferentes espalhadas em municípios do Estado, tem pelo menos três destinos a decidir:

1) apóia Carlos Eduardo, obtendo espaço na chapa para o senado a partir de uma arrumação com José Agripino (DEM) para a Câmara Federal e Felipe Maia (DEM) indicado a vice na chapa para o governo; 2) apóia Fábio Dantas, que chegou a ser tido como o candidato dos deputados; 3) ou apóia Robinson Faria (PSD), que vem flertando nos bastidores com Ezequiel Ferreira, líder dos tucanos no estado.

Mas há ainda uma 4ª possibilidade: largar tudo e seguir para o projeto de lançar Geraldo Melo (PSDB) ao Governo do Estado, em vez do lançá-lo para o Senado.

Robinson

Já o governador Robinson Faria está no vale tudo. Tenta reverter seu pesado desgaste, com os servidores e população em geral insatisfeita com o avanço da violência, através de acordos com inúmeros prefeitos, que vem recebendo ao longo dos últimos dias em seu gabinete na governadoria.

As movimentações de bastidores apontam que Robinson também vem batalhando o apoio de Rosalba Ciarlini. Embora exista marcada uma nova reunião entre o governador e a cúpula rosalbista nesse fim de semana, as conversas, para o clã mossoroense, só terminam nos últimos minutos da prorrogação, de acordo com a história de todas as eleições passadas.    

PT e PCdoB

Fátima Bezerra é quem tem a pré-candidatura mais consolidada, mas ainda tem o imbróglio para decidir com o tradicional aliado PCdoB.

O PT só quer aliança na majoritária. Já o partido comunista quer que a união se estenda também na proporcional. Apesar de muitas reuniões, o impasse ainda não foi resolvido.