Banner CMM

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Somente dois deputados do RN se manifestaram sobre problema dos combustíveis no Brasil

Compartilhar
(Imagem: reprodução)
Dos oito deputados federais do RN, somente Felipe Maia (DEM) e Antônio Jácome (Podemos) se pronunciaram até agora nas redes sociais sobre as altas constantes na gasolina, a política de preços do Governo Federal e a crise gerada pelas manifestações dos caminhoneiros por todo o Brasil.

Felipe Maia, do DEM, que é da base governista, mas tem outras pretensões eleitorais, divulgou vídeo criticando a política de preços do Governo Temer e a redução da Cide como solução. "Quem paga a conta é a família brasileira. (...) A solução não é das melhores, reduzir quatro centavos num toma lá dá cá com o Congresso".

Já Antonio Jácome divulgou em seu instagram: "É inadmissível as altas constantes de combustíveis! O Governo federal deve cumprir com o seu papel e responder a população com mudanças transparentes e emergências nas regras das políticas de preços da Petrobrás, alem de reavaliar os impostos cobrados". 

Os deputados Beto Rosado (PP), Zenaide Maia (PHS), Rafael Motta (PSB), Walter Alves (MDB), Rogério Marinho (PSDB) e Fábio Faria (PSD) não falaram sobre o assunto.