sexta-feira, 1 de junho de 2018

Petroleiros de Mossoró são impedidos pela Prefeitura de realizar manifestação no centro da cidade

Compartilhar
Prefeitura nega realização de manifesto
em Mossoró (Foto: cedida)
O Sindicato dos Petroleiros (SINDPETRO) cancelou atividade que realizaria na manhã de hoje (01), na Praça da Independência (Praça do Mercado), no centro de Mossoró.

A Prefeitura não autorizou a movimentação no espaço público. A justificativa do Executivo municipal foi a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que considerou ilegal a paralisação de 72h articulada pelos trabalhadores.

Os petroleiros afirmaram em entrevista que não concordam, mas devem seguir a recomendação.

Segundo o Sindicato, as mobilizações para uma outra greve, por tempo indeterminado, já estão acontecendo.

TST

Diante da determinação de ilegalidade da greve pelo TST, com aumento de multa por descumprimento, a Federação Única dos Petroleiros anunciou que orientou os sindicatos da categoria a suspender a greve de 72 horas, que acabaria hoje (01).

A multa diária foi elevada de R$ 500 mil para 2 milhões.

Sindipetro parou atividades na última quarta-feira (30)
(Foto: Vonúvio Praxedes)

A categoria desafiou a decisão do TST e cumpriu o primeiro dia de greve.

A greve foi inciada quarta-feira (30), contra a privatização da empresa e pela demissão do presidente Pedro Parente.