Banner CMM

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Oposição em Mossoró garante que permanece com sete vereadores

Compartilhar
(Foto: cedida)
A bancada de oposição da Câmara Municipal de Mossoró esteve reunida na tarde de hoje (07). 

Almoçaram juntos, os sete vereadores que compõem o grupo, e reiteraram que seguem todos o trabalho de oposição à gestão Rosalba Ciarlini.

Nos últimos dias, cresceram as especulações de que o grupo poderia ser reduzido. A prefeita estaria buscando apoio do vereador Ozaniel Mesquita (PR). Já Rondinelli Carlos estaria cotado para ocupar o comando da Secretaria de Agricultura e Recursos Hídricos, tendo recebido convite diretamente da própria Rosalba, em sua residência.

O G7 destacou também que não concorda com o adiamento da volta dos trabalhos na casa legislativa.

Viagem de Rosalba Ciarlini adia volta do recesso na Câmara de Mossoró

Compartilhar
Anúncio foi feito durante transmissão de cargo para
a vice-prefeita Nayara Gadelha
(Foto: Edilberto Barros)
A Câmara Municipal de Mossoró fará abertura do ano legislativo 2018, próximo dia 28, às 16h, com a leitura da mensagem anual da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). A data foi decidida para permitir a leitura pela titular do Executivo, que retornará de férias dia 27.

A presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB), informou que o líder da bancada da situação, vereador Alex Moacir (MDB), solicitou, em ofício, o adiamento do início do ano legislativo, do dia 20 para o dia 28, o que foi deferido pela Presidência.

Em atividade

Pelo Regimento Interno da Câmara Municipal de Mossoró, a primeira sessão do ano deve ocorrer na primeira terça-feira após o dia 15 de fevereiro, que este ano será dia 20. O adiamento decidido hoje, portanto, será de uma semana.

“Vale salientar que a Câmara não está sem atividades. Os vereadores continuam atuando nos seus mandatos, os gabinetes abertos, a estrutura da Casa em pleno funcionamento, acessível à população. O recesso se resume ao plenário”, explica Izabel.

*Com informações da Assessoria de Comunicação 

Prefeitura esconde notícias de grande relevância

Compartilhar

Informações importantes como exoneração de secretário e nomeação de secretário viraram “atos quase secretos” na gestão Rosalba Ciarlini (PP).

Não são divulgados sequer no portal da Prefeitura Municipal de Mossoró.

Se ninguém ler os registros legais dos atos administrativos no Jornal Oficial do Município (JOM), tudo passa despercebido.

Imagine questões relativas a aditivos de contratos, licitações, decisões sobre vantagens funcionais, dispensa de licitações etc.

Isso é incrível!

Vá entender!

Nota do Blog Carol Ribeiro - O Jornal Oficial de Mossoró com data desta terça-feira (06), publicou nomeação de Erbênia Maria de Oliveira Rosado. Ela assume a secretaria de Administração e Finanças em lugar de Ronaldo Cruz, que pediu exoneração da pasta.

Na semana passada, a titular da pasta de Agricultura e Recursos Hídricos do Município, Anne Katherine, pediu exoneração, mas nenhuma informação foi dada oficialmente sobre sua saída, tampouco sobre o possível substituto.

Por enquanto, a pasta fica sob comando do secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Lahyre Rosado Neto.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Secretário de Rosalba é pré-candidato ao Governo do Estado

Compartilhar

Secretário de Segurança da Prefeitura Municipal de Mossoró e ex-secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESED), ambos em gestões Rosalba Ciarlini (PP), o general general Eliéser Girão Monteiro Filho (sem partido) é pré-candidato a governador do RN.

Nas redes sociais e em programações políticas que empreende desde o ano passado, ele faz parte de articulação em prol da postulação do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) à Presidência da República.

Seu nome já é exaltado por militantes desse movimento como pretenso candidato ao governo estadual.


Nota do Blog Carol Ribeiro - Prestes a assumir o PSL, o General participou do programa Cenário Político, da TV Cabo Mossoró (TCM), no último dia 11 de janeiro. Defendeu a "retomada da governabilidade"e o nome de Jair Bolsonaro à Presidência da República.

"Ele é um candidato ficha limpa em primeiro lugar. Segundo, é um cara que caso vença pode mostrar para o país que princípios e valores precisam existir para a sociedade", afirmou.

Sobre as denúncias de enriquecimento de Bolsonaro e família durante a vida pública, ele disse: "o órgão da mídia que divulgou a denúncia tem envolvimento forte com o Foro de São Paulo, e nós somos altamente ferrenhos contra o Foro, que tem objetivo escusos, e os que participam do Foro como Venezuala e Cuba são regimes que não tenho como exemplo e não quero para o Brasil".

Veja trecho da entrevista: 

 Programa Cenário Político (TCM) exibido em 11/01/2018

Para ver a entrevista completa, clique aqui.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Governo do RN admite que atrasos salariais devem continuar

Compartilhar
(Foto: Divulgação/ADUERN)
Segmentos da universidade, o reitor da UERN, Pedro Fernandes, e classe política foram recebidos, na manhã de hoje (05) por membros do Governo do Estado, em Natal. 

Entidades que representam os docentes e técnicos da Universidade lembraram a situação dos servidores, que até o momento ainda não receberam os salários de dezembro/2017, janeiro/2018 e o 13º referente ao ano passado. 

O reitor da UERN, Pedro Fernandes, cobrou informações acerca da federalização da universidade. 

O secretário estadual de Administração, Cristiano Feitosa, e o Controlador Alexandre Azevedo negaram que a UERN será federalizada e disseram que a informação foi utilizada de maneira equivocada pela mídia local. A chefa de gabinete, Tatiane Mendes, reiterou que o assunto nunca foi debatido pela cúpula do Governo.

Atrasos salariais

Sobre os atrasos salariais, Tatiana foi incisiva em afirmar que não houve nenhuma alteração no quadro financeiro. Ela destacou que os atrasos continuarão pelos próximos meses e o pagamento seguirá sendo feito através das faixas salariais (como já vem sendo feito desde 2016).

“Não tenho muito a oferecer, nem nada a apresentar de novo. Vamos ter que aguardar um pouco mais para encontrar uma solução conjunta para essa crise”, afirmou.

Sobre o pagamento do 13º salário, Tatiana explicou que estão sendo feitas negociações com os bancos para que os servidores façam um empréstimo consignado, que será pago integralmente aos servidores e servidoras e quitado junto aos bancos pelo Governo em parcelas.

Greve

Diante do resultado da audiência, em que não foram apresentadas propostas para os pontos discutidos, a Associação dos Docentes da UERN (ADUERN) informa que o movimento grevista seguirá intensificando a luta contra a retirada de direitos. 

O Governador Robinson Faria não esteve presente na audiência.