quarta-feira, 28 de junho de 2017

CCJ da Câmara de Mossoró avalia primeiro semestre como produtivo

Compartilhar
A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Câmara Municipal de Mossoró já analisou 45,7% dos projetos da atual legislatura. Com a última reunião do semestre, ontem (26), o colegiado chegou à marca de 86 matérias apreciadas este ano.

A presidente da comissão, vereadora Sandra Rosado (PSB), informa que, desse total, a CCJR deliberou 40 proposições e distribuiu outras 46 para relatoria dos vereadores. Cabe ao colegiado analisar a legalidade jurídica dos projetos da Câmara.

“Sem o parecer da comissão, os projetos não têm como ter sequência no Legislativo. Por isso, o balanço é positivo. Essa análise precisa ter celeridade, porque a atual legislatura é produtiva também na apresentação de projetos”, destaca Sandra.

Tramitação

Entre 7 de março e 27 de junho, o setor de comissões da Câmara Municipal recebeu 188 proposições, sobre assuntos diversos. Todas as matérias precisam passar pelas comissões, salvo em casos de urgência, antes de ir ao plenário para votação.

Além da CCJR, que realizou cinco reuniões em 2017, outras duas comissões se manifestaram sobre projetos: Comissão de Saúde e Meio Ambiente (4) e Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade (1), que promoveram uma reunião, cada, este ano.

Para o desempenho da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, Sandra elogia o comprometimento dos demais membros do colegiado: vereadores Genilson Alves (vice-presidente), Alex Moacir (secretário), Isolda Dantas e Aline Couto (suplentes).

*Com informações da Assessoria de Imprensa

terça-feira, 27 de junho de 2017

Projeto de alteração de nome da avenida Rio Branco em Mossoró deve ser votado esta semana

Compartilhar
Na semana passada, a vereadora Sandra Rosado apresentou projeto que propõe a alteração do nome da avenida Rio Branco para avenida Wilma de Faria.

Para a parlamentar, a homenagem é justa diante dos feitos da ex-governadora por Mossoró.

No entanto, a maioria da população não concorda e a possibilidade de alteração tem causado comentários e discussões nas ruas.

O projeto foi para análise das comissões temáticas da casa legislativa municipal, e deve ser apreciado pelo plenário ainda esta semana.

Veja reportagem completa sobre o projeto:


Reportagem exibida no Cenário Político de 21/06/17

Vereadora Isolda deve deixar liderança da oposição

Compartilhar
(Foto: Divulgação)
A militante PTista, vereadora Isolda Dantas, há seis meses lidera a bancada de oposição na Câmara Municipal de Mossoró, decidiu deixar a função. 

Ela afirma que a saída já estava combinada com seus colegas de bancada. "Quando assumi a liderança, como eu não queria, ficou combinado que eu só passaria seis meses", explica a vereadora que tem exercido as funções de fiscalização do Executivo à frente de outros sete parlamentares que compõem a bancada. 

Isolda afirma que quer se dedicar mais ao mandato e ao PT em Mossoró, cuja presidência assumiu na semana passada. 

"Também não é fácil ser do PT e liderar esses partidos que são da oposição, mas não é nenhuma crise", assegura. 

Ainda não existe substituto para liderar a bancada oposicionista. 

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Prefeitura informa que entrega de insulinas acontecerá somente pela manhã

Compartilhar
Entrega realizada pela Farmácia Central
de Mossoró (Foto: Cedida)
A Secretaria Municipal de Saúde informa que a partir de segunda-feira, 26, a distribuição das insulinas Degludeca (Tresiba) e Asparte ocorrerá apenas no turno da manhã. O horário de atendimento ao público para a entrega do medicamento será das 7h30 às 11h30.

De acordo com a responsável pela Farmácia Central, Roseane Lima, nesta primeira semana devido à necessidade de agilizar a entrega das insulinas aos pacientes, a unidade funcionou em horário especial durante todo o dia. “Como a demanda está mais controlada, decidimos retomar ao horário habitual de atendimento, que é somente no turno matutino”, informa.

Roseane Lima orienta os pacientes cadastrados a fazerem a troca das receitas e a atualizarem os exames, a fim de otimizar o processo de entrega das insulinas.

As insulinas Degludeca (Tresiba) e Asparte substituem as Glargina/Lantus e Lispro/Humalog, respectivamente. Os medicamentos são considerados de ação prolongada e podem funcionar como alternativa terapêutica para o tratamento da diabetes. A substituição, autorizada pela justiça, não implica em nenhuma alteração no tratamento dos pacientes que fazem uso contínuo das insulinas.

*Com informações da SECOM/PMM

Integração do CIOSP é garantida a Mossoró por secretária estadual

Compartilhar

Até o final de julho, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) iniciará trabalhos que visam a integração do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) entre Natal e Mossoró. A notícia é passada pelo deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”.

“Estive nessa terça-feira (20) com a secretária de Segurança do Estado, delegada delegada Sheila Freitas, reforçando esse pleito que apresentamos e temos cobrado desde 2015, quando acompanhei em Natal na Sesed uma delegação de entidades empresariais de Mossoró, que pediam essa medida. OUvi dela que finalmente esse pleito nosso e da cidade será efetivado”, relata Souza.

Dia 26 de junho de 2015, Souza recebeu pauta de
 representantes da CDL, Sindivarejo, Sinduscon e ACIM,
 como luta por integração do Ciosp (Foto: cedida)
O sistema de videomonitoramento permitirá que a secretaria tenha uma melhor percepção do acompanhamento das questões de segurança na cidade de Mossoró, ensejando ações e soluções mais rápidas, num momento em que Mossoró vive a aflição do aumento dos índices de violência.

Concursos

“Um outro assunto que também tratamos, fruto de requerimento do nosso mandato, foi sobre o concurso público das policias civil e militar e do ITEP (Instituto Técnico e Científico de Polícia do RN), o que vai permitir que tenhamos o aumento do efetivo policial.

“A secretária nos informou que até julho serão lançados os editais. Não adianta a gente realizar audiências públicas, discursar, apresentar requerimentos pedindo mais policiamento para Areia Branca, Mossoró, Baraúna ou qualquer outro município, sem que haja contingente para isso. A realidade é essa. O déficit só na Polícia Militar é de cerca de 5 mil homens. Em Mossoró, os dois batalhões da PM precisariam de pelo menos mais 750 a 800 homens”, relata o deputado.

Com informações da Assessoria de Imprensa de Souza.