sábado, 24 de agosto de 2019

Equipe feminina do Mossoró Vôlei conquista primeiro título. Homens também faturam

Compartilhar
(Foto: cedida)

O fim de semana para a equipe Mossoró Vôlei foi positivo na cidade de Rodolfo Fernandes. O blog divulgou recentemente o “nascimento” do time na categoria feminina, cobrindo uma lacuna quanto ao voleibol feminino na cidade de pelo menos seis anos.

De quebra, esse novo momento foi coroado com o primeiro lugar no Quadrangular disputado na cidade. As meninas, comandadas também pelo técnico Dedé e por Aldo, saíram invictas da competição.

A equipe masculina, que vem disputando com frequência as competições da região, também faturou o primeiro lugar em sua categoria e completou a festa.

O blog parabeniza o Mossoró Vôlei como um todo pelo primeiro lugar duplo no quadrangular.

*Larissa Maciel é formada em Jornalismo pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), é mossoroense, repórter e apresentadora da TCM Telecom e 95 FM, crescida entre fãs de esporte, jornalista por vocação e analista de esporte por amor à esta área da profissão em específico. 

UERN avança na preservação da memória de Mossoró

Compartilhar
O Núcleo de Documentação e Pesquisa Histórica da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (NUDOPH/UERN) avançou no trabalho de preservação da memória de Mossoró.

Com a chegada de um Scanner importado da Alemanha, o NUDOPH está digitalizando as edições de O Mossoroense para posteriormente disponibilizar na internet.

O coordenador do NUDOPH, Prof. Dr Carlos Torcato, explica que além dos jornais há um trabalho feito para digitalizar processos judiciais do passado. “A UERN tem um grupo de pesquisa em história do crime, da polícia e das práticas de justiça. A gente não tinha nenhuma outra fonte além dos jornais aí precisamos entrar em contato com o judiciário e solicitamos o acesso à documentação”, frisou.

O juiz Breno Valério, coordenador do Fórum Desembargador Silveira Martins, atendeu a demanda e cedeu os primeiros arquivos que já servem para pesquisas como a realizada por Bruna Fernandes, do 7º período de história. Ela está estudando os crimes de defloramento praticados em Mossoró na década de 1950. “Já encontramos nove casos”, explicou.

Processo

Todo o projeto passa não só pela digitalização, mas pela manutenção do material com higienização. “Todo esse trabalho é feito com mão de obra voluntária de alunos e professores”, acrescentou.

Ao todo foram catalogados 42 inquéritos que estão sendo digitalizados independentemente do assunto. Até o fim do ano serão digitalizadas edições de O Mossoroense das décadas de 1950 e 60. “Mais para a frente também vamos digitalizar edições da Gazeta do Oeste”, acrescenta Torcato.

Ainda participam do projeto o vice-coordenador Prof. Dr. Leonardo Cândido Rolim, que está à frente do projeto com jornais por meio de patrocínio da CAERN, e o Prof. Dr. Francisco Linhares, um dos organizadores do grupo de pesquisa.

Ambos são especialistas em pesquisas em jornais e documentação criminal.

"Paz nas escolas" será tema discutido entre deputados do RN

Compartilhar
(Imagem: reprodução)
A Assembleia Legislativa vai debater o problema da violência nas escolas. O deputado estadual Francisco do PT propôs a realização de uma audiência pública com o tema “Paz nas Escolas: Pelo combate à violência nas redes pública e privada de ensino”. 

O debate será realizado na próxima segunda-feira (26), às 14h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

Uma pesquisa global da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) com mais de 100 mil professores e diretores de escola do do ensino fundamental 2 e do ensino médio põe Brasil no topo de um ranking de violência em escolas. O levantamento é o mais importante do tipo e considera dados de 2013. O Brasil tem o índice mais alto entre os 34 países pesquisados - a média entre eles é de 3,4%. Depois do Brasil, vem a Estônia, com 11%, e a Austrália com 9,7%.

RN

No Rio Grande do Norte, as rotinas das unidades de educação básica das esferas pública e privada confirmam um cenário da incidência da violência.

Um levantamento do Instituto de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira referente a 2015 aponta que no RN 9,9% de professores e diretores já sofreram ameaças por parte de estudantes ou ex-estudantes. Já 50% dos que responderam à pesquisa dizem que já perceberam ou presenciaram violência verbal ou física nas escolas. Foram entrevistados 5.410. 

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

"Duvido que seja sancionada com esse conteúdo", diz jurista sobre Lei de Abuso de Autoridade

Compartilhar
O Projeto de Lei que trata do Abuso de Autoridade, que tramita no Congresso Nacional, tem sido alvo de debates entre juízes, promotores, advogados e políticos. 

Fabrício Tomio, doutor em Ciência Política, professor da UFPR esteve em Mossoró esta semana e falou sobre o assunto no Cenário Político (TCM Telecom), da última quarta-feira (21).

Veja entrevista completa:

Bloco 1 


Bloco 2


Bloco 3


Interferência política no trânsito leva MP a interpelar governo

Compartilhar
Do Blog Carlos Santos

O titular da 19º Promotoria de Justiça da Comarca de Natal, Wendell Beetoven Ribeiro Agra, abriu procedimento preparatório para apurar, em caráter preliminar, “possível inobservância do princípio do respeito ao ordenamento jurídico (art. 4º, inciso I, da Lei nº 13.675/2018) por interferência política ilegítima nas atividades do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), da Polícia Militar do Rio Grande do Norte”.

O MP identifica que o programa denominado de “Moto Legal”, em cuja execução motocicletas somente seriam apreendidas em fiscalizações policiais nos casos de receptação e roubo, ignorando-se eventuais infrações administrativas e normas contidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é flagrante desrespeito à lei.

O que alertou a promotoria para o caso, foi notícia publicada na página oficial da Assembleia Legislativa do Estado no dia passado (21 de agosto de 2019), relatando visita de deputados estaduais ao vice-governador Antenor Roberto (PCdoB).

Só receptação e roubo

Na  pauta, o vice-governador adiantou que o “Moto Legal” iria afrouxar fiscalização quanto à circulação de motos em situação irregular, dando caráter “pedagógico” à medida.

“Durante um período o RN vai permitir que cada cidadão que tem sua moto com alguma irregularidade possa se regularizar. Tanto pode se regularizar quanto condutor, como também regularizar o seu veículo, visto que muitos têm a posse da moto e não tem o domínio. Nesse período só haverá uma única chance das motos serem apreendidas: nos casos de receptação e roubo”, explicou Antenor.

Pressão de deputados na Assembleia Legislativa sobre o governo e intensa campanha em redes sociais, atribuindo à governadora Fátima Bezerra (PT) o status negativo de ‘perseguidora’, acabaram levando o governo às cordas. Acuaso, o governo recua da fiscalização ostensiva e legalista, pegando o atalho do “jeitinho brasileiro”. Mas o MP cobra recuo da decisão. Recuo, a propósito, é o forte da atual gestão. Veja: A assustadora coreografia do atraso do Governo Fátima.

Perdão de dívidas

(Imagem: reprodução)
No dia 25 de abril último (veja AQUI), o governo estadual já tinha garantido perdão de dívidas de Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para os proprietários de motocicletas com até 150 cilindradas. O projeto foi aprovado pelos deputados estaduais.

Com a medida, o Executivo espera arrecadar cerca de R$ 14 milhões com o IPVA 2019 dos inadimplentes.

A medida foi uma camaradagem com dupla intenção: atender a apelo de deputados e de inadimplentes, ao mesmo tempo que tem expectativa de fomentar arrecadação de uma dívida vista até como perdida.