Banner CMM

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Governador Robinson Faria evita visita a Mossoró há oito meses

Compartilhar
Robinson em Mossoró em março: entrevista sob protestos
Da última vez que esteve em Mossoró, em março, o governador Robinson Faria conversou com a imprensa mossoroense sob vaias e protestos dos estudantes da UERN. Aliás, a manifestação foi a imagem de fundo da entrevista na TV.

Naquela ocasião, estava no script - ou pelo menos no discurso - uma nova vinda em cerca de um mês, acompanhando outras pastas, já que naquele dia a prioridade foi a inauguração do restaurante popular e a saúde.

Quase oito meses e uma campanha eleitoral municipal depois, Robinson não voltou ao nosso município.

Aliás, até voltou. Quinta-feira (03). Mas passou direto. Pisou em solo mossoroense para desembarcar da aeronave Xingu, que o trouxe à região Oeste, mas seguiu de carro direto para Baraúna, onde participou da entrega de cheques do programa de microcrédito para empreendedores do município.

Mossoró também foi contemplada com o programa. Mas o governo não realizou cerimônia aqui.

De acordo com a assessoria de comunicação do Governo do RN, não há previsão de agenda de Robinson em Mossoró.

Diante do desgaste causado na relação com os servidores públicos, especialmente com os servidores da UERN, e com a população, pós fechamento do Hospital da Mulher, evitar protestos e situações embaraçosas pode ser um dos motivos da ausência do governador.

Mas a questão político-patidária pode pesar também. Evitar um constrangedor reencontro com o prefeito Francisco José Junior e sua esposa Amélia Ciarlini é uma possibilidade.

A inexistência de projetos a trazer para Mossoró, ou mesmo a indisposição de desengavetar projetos que possam existir e trazê-los para a cidade na atual gestão, podem também ser motivos para Robinson não demonstrar interesse em aparecer na cidade.

Robinson poderá passar a voltar atenções a Mossoró a partir de janeiro de 2017, quando o município passará à gestão da prefeita eleita Rosalba Ciarlini, sua mais nova aliada.   

O prefeito não estava presente no evento em Baraúna. Mas seu correligionário Jório Nogueira estava ao lado do governador.