quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Sandra Rosado diz que não vai participar da eleição à Presidência da Câmara

Compartilhar
"Já que houve todo esse trabalho de uma forma que eu não considero honesta, nem respeitosa com relação ao meu mandato eu não participo dessa discussão a respeito do nome da vereadora Izabel. Tenho respeito por ela, mas ela fez por merecer os votos que conseguiu e me mostrou com as atitudes que não queria e não precisava do meu voto".

É o que afirma a vereadora eleita Sandra Rosado (PSB) sobre a escolha de Izabel Montenegro (PMDB) como candidata do governismo à disputa pela presidência da Câmara Municipal, em detrimento do seu nome, em sua primeira baixa como vereadora eleita.  

A ex-deputada federal conta que há 2 meses e meio, quando decidiu buscar a presidência, teve em Izabel Montenegro a primeira pessoa com quem conversou sobre o assunto. Levantou a possibilidade de apenas uma das duas trabalharem o nome, mas de acordo com Sandra, Izabel garantiu que não tinha vontade de participar da disputa. "Se em algum momento ela tivesse me dito que era candidata, certamente teria meu apoio".

Sandra diz que após trabalhar a viabilidade de seu nome por 2 meses e meio se sentiu atingida quando, há 15 dias, a PMDBista resolveu se lançar também à Presidência da Casa.

"Eu, na verdade, percebi através de olhares [numa reunião] que havia algo que tinha sido feito contra minha candidatura, que atraiu o apoio dos 11 vereadores que tinham me garantido votos".

A partir de então, a vereadora garante que não concordou em participar de prévias, que "quem disser isso está faltando com a verdade".

A decisão pelo nome de Izabel foi dos vereadores Francisco Carlos, Alex Moacir, Maria das Malhas e Ricardo de Dodoca. O vereador Didi de Arnor, segundo Sandra Rosado, foi o único que votou pelo seu nome: "Um jovem de primeiro mandato, mas que manteve sua palavra e honradez".
Apesar da posição em relação à Presidência da CMM,
Sandra Rosado garante que continua com a Rosa

Governo Rosalba Ciarlini

Apesar da opção de evitar participação na eleição, Sandra reafirma seu apoio à gestão Rosalba Ciarlini (PP) à frente da Prefeitura de Mossoró.

"Eleição de Câmara é uma coisa, apoio à administração é outra. Serei fiel aos meus princípios éticos e políticos. Lutamos pela vitória de Rosalba e vamos contribuir com a grande administração que fará".

"Rosalba vai ter uma tranquilidade muito grande pra contar com meu apoio em favor da cidade de Mossoró", finaliza.