quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Vereadores da oposição alegam que Porcelanatti é motivo de esvaziamento de sessão

Compartilhar
(Foto: Edilberto Barros/CMM)
A bancada da oposição, formada por seis vereadores, afirma que as sessões desta semana na Câmara Municipal não aconteceram por um esvaziamento proposital por parte do governismo.

Segundo os vereadores Isolda Dantas (PT) e Raério Araújo (PRB), os governistas estão evitando um embate sobre a Porcelanatti.

Ocorre que os oposicionistas afirmam que vão buscar respostas sobre a "inauguração da fábrica", alegada pela prefeita Rosalba Ciarlini como motivo de atraso na última sessão solene na casa legislativa - e também utilizada pela Prefeita em movimentações eleitorais pela cidade.

Os vereadores garantem que a fábrica não está funcionando, e que opera somente com nove funcionários, o que seria insuficiente para um processo de produção industrial.

Governismo

Já o líder da bancada governista, Alex Moacir (MDB) afirma que não existe qualquer relação entre a ausência de vereadores às sessões desta semana e uma tentativa de barrar movimentação planejada pela bancada opositora.

Ele explica que se tratam de demandas da população, que são atendidas pela maioria dos vereadores e que às vezes acontecem no horário das sessões.

Porcelanatti

O vereador Alex Moacir esclarece que a Pocelanatti não foi inaugurada, mas reativada. Segundo ele, seu funcionamento vai crescer paulatinamente, de acordo com organização e estruturação. E novos funcionários serão contratados para reativação definitiva em breve.