sábado, 26 de janeiro de 2019

Membro do Movimento de Policiais Antifascismo é exonerado de cargo no Governo Fátima

Compartilhar
Entrevista no Cenário Político (TCM) gerou exoneração
do policial (Foto: reprodução)
Numa atitude impensada para um governo do PT, o policial civil Pedro Matos foi exonerado do cargo de Subcoordenador da Assessoria Especial, da Secretaria de Estado de Segurança do RN.

O desligamento do policial teria sido ocasionado pela sua participação em entrevista no programa Cenário Político (TCM Telecom), na última segunda-feira (21). Ele usava uma camisa do Movimento dos Policiais Antifascismo do RN, grupo do qual faz parte.

Após a exoneração, o Movimento encaminhou uma nota de repúdio à imprensa. Veja abaixo:

O Movimento dos Policiais Antifascismo do RN repudia o ato de exoneração, promovido pela Secretaria de Segurança Pública/Governo do Estado do RN, de nosso militante e coordenador, o Policial Civil Pedro “Chê”.

Este fato teria ocorrido em virtude de Pedro ter comparecido a uma entrevista com a camisa dos Policiais Antifascismo, com o intuito de falar das ideias do movimento, e sua história.

Registre-se que graças aos valores que cultivamos, como: o ativismo, a liberdade de expressão, a liberdade política e ideológica; valores pelos quais lutamos e somos perseguidos, não toleraremos qualquer tentativa de tolher, silenciar o movimento ou seus membros. Lutamos e nos arriscamos pela perspectiva de um governo popular, democrático, plural, de forma que o trabalhador se mantenha com a cabeça elevada, e seja tratado com justiça.