quinta-feira, 13 de junho de 2019

Protesto contra reajuste para procuradores será tema de audiência com governadora

Compartilhar
(Foto: assessoria de imprensa/ SINSP)
O Sindicato dos Servidores do Serviço Público da Administração Direta do RN (SINSP/RN) divulga, em suas redes sociais, indignação com a aprovação, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa (ALRN), de reajuste de 16,38% para procuradores que ganham acima de R$ 31 mil.

"Há nove anos, 90% dos servidores estão sem reajuste, sem reposição da inflação. Não vamos nos calar, vamos chamar os deputados.É um absurdo o que a AL vem fazendo para os serviços e servidores públicos. O papel do Legislativo é cobrar do Executivo o reajuste para todos, ativos, aposentados e pensionistas”, diz Janeayre Souto, presidente do Sindicato.

Nesta quarta-feira (13), as entidades que compõem o Fórum Estadual dos Servidores, após protesto na Governadoria, conseguiram marcar a audiência com a governadora Fátima Bezerra. O encontro será realizado no dia 26 de junho, às 11h.

Além da exigência de reajuste de 16,38% para todas as categorias, o sindicato pleiteia calendário de pagamento dos atrasados e de 2019, antecipação dos 40% do 13º salário de 2019 e combate ao aumento da terceirização.