Sindipetro denuncia aumento de Covid-19 em plataformas

O SINDIPERO-RN protocolou nesta terça-feira (25) um ofício (nº 070/2020), em caráter emergencial, exigindo que a Petrobrás que todas as instalações e unidades da Estatal e demais empresas contratadas off-shore e on-shore do Rio Grande do Norte, onde tenham sido registrados casos de Covid-19 sejam isoladas para desinfecção.

O texto ainda se refere aos trabalhadores e trabalhadoras suspeitos ou não-suspeitos, inclusive seus dependentes, sejam testados e mantidos em quarentena, conforme as orientações e protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias do país, estado e municípios.

(Foto: assessoria)

Casos

No último sábado (23), chegou ao conhecimento do Sindicato que, a exemplo do que ocorreu no Ceará, diversos casos de contaminação foram registrados nas plataformas da Petrobrás no Campo de Ubarana do Rio Grande do Norte, tendo os trabalhadores sido desembarcados e colocados em quarentena. Mas, de acordo com a entidade, essas informações não são oficiais, ou seja, a empresa não informa ao SINDIPETRO-RN – e não se sabe, também, se informa as autoridades sanitárias a nível estadual e municipal - sobre qual a real situação da Covid-19 em todas as suas unidades e instalações do Estado, inclusive, suas subsidiárias e coligadas.

Ainda segundo o Sindicato, no último boletim, publicado no dia 18 de maio, o Ministério de Minas e Energia (MME) informou que até àquela data, 573 empregados próprios haviam sido infectados pelo Covid-19, e entre estes, 330 já estão recuperados, enquanto outros 243 ainda se encontram em quarentena. Porém, foi divulgado no boletim anterior que entre os trabalhadores e trabalhadoras terceirizados esse número era de aproximadamente 800 pessoas.

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA