Governo começa redução de leitos de UTI no RN

Com a redução progressiva no número de casos e de óbitos decorrentes da pandemia de Covid-19 no Rio Grande do Norte, bem como da taxa de ocupação de leitos Covid, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) começou a transferência gradativa de leitos de UTI destinados à Covid, para leitos de UTI que serão direcionados para outras patologias. A mudança nos Hospitais Regionais Tarcísio Maia e Rafael Fernandes, no município de Mossoró, na região Oeste, inicia nesta quarta-feira (19). 


“Com a inauguração de dez novos leitos de UTI no Hospital Regional de Assu, será realizada a reversão gradativa de leitos Covid do Hospital Tarcísio Maia para leitos destinados a pacientes de perfil não Covid”, explica Milena Martins, assessora técnica da Sesap.


Hospitais Tarcísio Maia e Rafael Fernandes começam a ter leitos alterados
(Foto: autor não identificado)

No Hospital Tarcísio Maia, a Sesap fará a inversão no perfil das UTIs. Atualmente, na unidade, existe uma UTI com 9 leitos destinados ao trauma e diversas patologias e outra UTI com 20 leitos para Covid, a qual vem se mantendo com taxa de ocupação inferior a 50%. Por outro lado, se percebe uma maior necessidade de leitos de traumas e outras patologias. “A UTI-1 de 9 leitos, passará de geral para Covid e a UTI 2, com 20 leitos Covid, passará a ser UTI Geral, explica Milena.


Da mesma forma, a Sesap fará no hospital Rafael Fernandes, onde existem 18 leitos Covid clínicos, com média de ocupação entre 4 a 5 pacientes por dia. Oito desses leitos serão destinados para outras patologias não Covid, possibilitando ao Hospital Rafael Fernandes voltar a ter leitos de retaguarda para o Hospital Tarcísio Maia, além de referência para doenças infectocontagiosas.

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA