Policias civil e militar encerram greve no RN

PMs realizaram manifestação em Mossoró no último
sábado (06) (Foto: redes sociais)
Em assembleias realizadas separadamente, os policiais civis e militares do Rio Grande do Norte decidiram encerrar a greve que já durava cerca de 20 dias.

Os policiais militares, que paralisaram as atividades desde 19 de dezembro, definiram pela volta ao trabalho após garantia do Governo do RN de conserto de viaturas sucateadas, chegada de novas viaturas e de R$ 80 milhões, que deverão ser aplicados em estrutura para o trabalho.

De acordo com Tony Fernandes, diretor da Associação de Praças Militares do Rio Grande do Norte (APRAM), os homens devem voltar às ruas gradativamente à medida em que as viaturas forem disponibilizadas.

Além da promessa de pagamento salarial até o fim da semana, outros 18 pontos de reivindicações foram prometidos pelo governador Robinson Faria e estão no Termo de Ajustamento de Gestão, assinado nesta tarde pelos policiais e o chefe do Executivo estadual.

Já os policiais civis, em greve desde o dia 20 de dezembro, retornam ao trabalho ainda nesta terça-feira (09). Entretanto, garantem que caso os salários não sejam pagos até a próxima segunda-feira (15), devem retomar a paralisação. 

Leia mais sobre paralisação da PM aqui e reivindicações da Polícia Civil aqui e aqui.

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA


  • Pensando bem…
    “Se a tranquilidade da água permite refletir as coisas, o que não poderá a tranquilidade do espírito?” Chuang Tzu
    Há 8 horas