sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Estagiários da Prefeitura de Mossoró conseguem manutenção dos contratos

Compartilhar
Pedro Almeida recebeu os estudantes após manifesto público(Foto: cedida)
Os 600 estagiários da Prefeitura de Mossoró que teriam seus contratos encerrados no final de dezembro conseguiram a garantia da Prefeitura de manutenção dos estágios até o dia primeiro de fevereiro.

Os estudantes se reuniram com o secretário Municipal de Administração, Pedro Almeida, após manifestação realizada na manhã de hoje (28) nas ruas de Mossoró.

Ficou em acordo também uma reunião a ser realizada no dia 03 de janeiro com o Secretário de Administração e a Controladora do Município, Fátima Marques, para detalhar as reivindicações, como a garantia de férias.

Contratos

Na última quarta-feira (26), os estudantes foram informados pela imprensa que teriam os contratos rescindidos pela prefeitura de Mossoró sem aviso prévio. A alegação da Administração Municipal foi a necessidade de realizar convênios com novas instituições e redução de despesas. Nem todos os contratos estavam com o período de vigência encerrado.

Em nota enviada à imprensa, os estagiários afirmaram:  

Manifestação se concentrou na Praça do Pax e seguiu
até a secretaria Municipal de Administração (Foto: cedida)
"Pontua-se que os motivos apresentados pela prefeitura em seu comunicado oficial são mentirosos. O que motivou a rescisão em massa foi a má-fé e a ideia de precarizar ainda mais nosso trabalho. O argumento de firmar convênio com outras universidades é mentiroso. A prefeitura não recebe apenas estagiários da UERN/UFERSA/UNP. Já estagiamos com colegas da UNIRB, FACENE, IFRN. 

Trazer esse argumento é duvidar da nossa inteligência. Ainda que fosse verdade, não justifica demitir todos os estagiários, sem ao menos dar-nos as férias.

Denunciamos episódios como ocorrer seleção de estágio, com a devida convocação e entrega de documentos, para depois a prefeitura cancelar a seleção e mandar estagiários indicados no lugar.

Mais uma denúncia é o desvio de função e a consequente desvirtuação da relação de estágio. Na educação, por exemplo, os estagiários são responsáveis por acompanhar os alunos com necessidades especiais das escolas municipais, coisa que deveria ser feito por um profissional formado e especialista."

UERN

A UERN tentou reverter a situação junto à Prefeitura. O pró-reitor de Assuntos Estudantis, Erison Torres, foi recebido nesta quinta-feira (27) pelo secretário municipal de Administração, Pedro Almeida.

O pró-reitor solicitou que a secretaria formalizasse à Universidade as medidas a serem adotadas, ressaltando a parceria histórica que existe entre a Prefeitura de Mossoró e a UERN. Além disso, que a Prefeitura analise a possibilidade de não rescindir os contratos vigentes, já que as bolsas representam uma ajuda imprescindível para a permanência dos estudantes na UERN, principalmente no atual cenário econômico e social do País.