Vereadores de Mossoró promulgam leis vetadas pela Prefeitura

A Câmara de Mossoró se baseou na Lei Orgânica Municipal. O artigo 60, entre outras determinações, aponta que o prefeito tem o prazo de 15 dias úteis para vetar ou sancionar um projeto aprovado, e devolver para apreciação dos parlamentares.

No entanto, os vereadores atentaram que a Prefeitura não obedeceu  esses prazos e recorreram ao parágrafo segundo do mesmo artigo: "decorrido o prazo do parágrafo anterior, o silêncio do Prefeito importará sanção". 

Foram três os projetos de lei promulgados pelos parlamentares municipais.

Um deles, do vereador Petras Vinicius (DEM), determina a instalação da escola bilíngue no município. Os outros dois são do vereador Genilson Alves (PMN) e tratam de punição para maus tratos de animais e da criação de um Fundo Municipal para a causa animal.

Veja detalhes na reportagem abaixo: 

Reportagem exibida no programa Cenário Político (TCM Telecom)
em 03/04/2019

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA


  • Pensando bem…
    “Se a tranquilidade da água permite refletir as coisas, o que não poderá a tranquilidade do espírito?” Chuang Tzu
    Há 7 horas