sexta-feira, 24 de maio de 2019

Aeroporto pode se tornar museu da Segunda Guerra Mundial

Compartilhar
A história do terminal data da Segunda Guerra
(Foto: autoria não identificada)
O Aeroporto Internacional Augusto Severo, desativado desde o dia 31 de maio de 2014, pode transformar-se em um museu histórico da Segunda Guerra Mundial. Essa é a proposta do grupo formado pelo Sebrae RN, Governo do Estado e prefeituras de Natal e Parnamirim e apresentada ao presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), na manhã desta quinta-feira (23), pelo diretor de operações do Sebrae, Marcelo Toscano.

“É um projeto muito interessante e a Assembleia Legislativa tem prazer em apoiar. A proposta ainda precisa ser formalizada e haverá um outro momento para sabermos dos detalhes”, disse Ezequiel.

História

O início das operações comerciais do Aeroporto Augusto Severo sob administração da Infraero foi em 1980. Com a construção do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, o terminal foi desativado. Porém a história do terminal data do período da Segunda Guerra Mundial. O local passou a se chamar Trampolim da Vitória por ser ponto obrigatório de passagens dos aviões das Forças Aliadas ao Teatro de Operações na África rumo à Europa, de 1943 a 1945.  Com o fim da Segunda Guerra, em 1945, a Base Aérea de Natal passou a ocupar as instalações da Base Americana.