sexta-feira, 7 de junho de 2019

Queda de braço entre Sindicato e Prefeitura deverá ter reação na abertura do Cidade Junina

Compartilhar
Em 2018, "Rosa de Hiroshima", confeccionada pelo Sindicato,
 participou do Pingo da Mei Dia (Foto: SINDISERPUM)
"É surpresa, mas a data não pode passar em branco". É o que garante o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) sobre reação no Pingo do Mei Dia à aprovação do PL 139 na última quarta-feira (05) pela Câmara de Mossoró.

A manifestação dos servidores na abertura oficial do Mossoró Cidade Junina já é praxe. Nos anos anteriores já existiram "desfiles" dos servidores entre os trios. No ano passado uma boneca"sósia" da prefeita Rosalba Ciarlini, denominada "Rosa de Hiroshima" foi às ruas também.

Em 2019, a retirada da contribuição sindical consignada na folha dos servidores às vésperas do evento já anunciava que a tradição poderia ser mantida. A prefeita Rosalba tem apostado tudo no evento, a abertura é a vitrine para os mossoroenses e turistas, e esse é um mote certo para os servidores insatisfeitos.