terça-feira, 10 de setembro de 2019

Cirurgias eletivas foram tema principal de reunião entre Saudade Azevedo e Cipriano Maia

Compartilhar
Secretária de Saúde de Mossoró esclareceu informações ao Blog
(Foto: De Fato)
A reunião entre a Prefeitura de Mossoró e Governo do RN, na última sexta-feira (06) se pautou principalmente na problemática das cirurgias eletivas de Mossoró.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Saudade Azevedo, em conversa com o Blog, não houve a conclusão de negociações, mas o Governo do Estado se comprometeu a fazer dois repasses dos atrasados referentes ao plus para as cirurgias eletivas. Os repasses, em torno de R$ 900 mil cada um, garantiriam a parcela do mês de março de 2019.

"Quanto aos débitos anteriores estamos evoluindo nas negociações. mas nada ficou fechado. Vamos sentar com a prefeita (Rosalba Ciarlini) no início da próxima semana para dar andamento as negociações", afirma.

Além disso, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, se comprometeu a fazer mensalmente um novo repasse para reduzir a dívida referente a 2019. Quanto aos atrasados de 2018, as negociações ainda não avançaram, mas estão acontecendo, segundo informações da secretária municipal.

Teto de gastos

A gestora da saúde pública mossoroense explicou que a importância dos prestadores dos serviços de saúde respeitarem um teto é fundamental para manter a programação dos entes públicos. Motivos diversos, como defasagem de tabela, longa permanência de pacientes, aumento da procura, chegam a triplicar custos previstos em contrato. 
Saudade Azevedo esclareceu que os valores de todos os contratos estão sendo revistos, em renegociações com os municípios, para previsões de teto financeiro, inclusive para Mossoró. "Vai ajudar bastante a manter um controle. Vai ficar bom para as partes", garantiu.