Reforma da Previdência Estadual é cruel, diz sindicato - Blog Carol Ribeiro

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Reforma da Previdência Estadual é cruel, diz sindicato

Previdência Estadual deve pautar discussão entre Governo e Servidores
(Foto: autor não identificado)
O Sindicato dos Servidores da Administração Direta do RN (Sinsp) diz que a Reforma da Previdência Estadual é "mais cruel" que a apresentada pelo Governo Bolsonaro. 

O Sinsp, que integra o grupo de entidades que compõem o Fórum dos Servidores Estaduais, criticam principalmente a proposta de taxação de inativos em 11%. Atualmente o aposentado e pensionista não precisa contribuir com a previdência. Com a nova reforma os aposentados que ganham de um salário mínimo a R$ 5.839,45 terão alíquota de 11%. 

"Fátima foi eleita com um discurso contrário à Reforma que retira direitos e é desanimador que esteja propondo aumento da alíquota", diz Janeayre Souto, presidente do Sindicato.

Soluções

Segundo a entidade, o Governo do Estado tem que fazer as contas do impacto da Previdência dos Cargos Comissionados, terceirizados, temporários e professores substitutos.

"Para aumentar a arrecadação, o Executivo precisa realizar concurso público, colocando mais trabalhadores no sistema previdenciário, além de reabrir os postos de fronteira. O sistema foi feito para ser 3 para 1, três aposentados trabalhando para um ativo".

No governo do estado existem mais de 13 mil trabalhadores terceirizados. Nenhum deles contribui para a Previdência. "A solução para o déficit previdenciário não pode passar pela perda de direitos e é essa a luta que defendemos", finaliza.


CAROL RIBEIRO RECOMENDA

Tags

95 FM Aeroporto Alex do Frango Allyson Bezerra ALRN Amélia Ciarlini APAMIM APRAM Beto Rosado Blog Carol Ribeiro Bolsonaro Bombeiros Brasil Câmara Federal Campanha Eleitoral Candidatos Carlos Eduardo Alves CEF Cenário Político Claudio Santos CMM Comentário Congresso Nacional Conversa de Alpendre Cultura Debate DEM Denúncia Deputados Estaduais Deputados Federais DETRAN-RN Dilma Roussef Direitos da Mulher Direitos Humanos Economia Educação Eleições 2016 Eleições 2018 Eleições 2020 Esporte Ezequiel Ferreira Fafá Rosado Fátima Bezerra Feminismo Fernando Mineiro Fora Temer Francisco José Junior Garibaldi Alves Gastos Públicos Governo do Estado Governo do RN Governo Federal Greve Guarda Municipal Gutemberg Dias Haddad Henrique Alves Herval Sampaio Horário Eleitoral Hospital da Mulher HRTM IFRN Impeachment Impugnação Infraestrutura Isolda Dantas Izabel Montenegro Jorge do Rosário Jório Nogueira Jornalista José Agripino Josué Moreira Justiça Criminal Justiça do Trabalho Justiça Eleitoral Justiça Federal Larissa Rosado Lava Jato LDO LOA Lula MCJ MDB Meio Ambiente Meio Dia Mossoró Michel Temer Ministério da Saúde Ministério Público Eleitoral Mossoró Mossoró Cidade Junina Movimento Estudantil MPF MPRN Mulher Natal/RN Nayara Gadelha Novo Eleitoral OAB Opinião Pagamento Paralisação PCdoB Pesquisa de Opinião Petrobras PF PHS Plenário TCM PM-RN PMDB PMM Polícia Civil Política Política cultural Política eleitoral Política social Políticas LGBTs Políticas Públicas para as Mulheres PR Presidência da República Prestação de Contas PREVI-Mossoró Previdência Social Prisão Propaganda Eleitoral PSB PSD PSDB PSL PSOL PT Reajuste Rede Redes Sociais Reforma da Previdência Renúncia Ricardo Motta RN Robinson Faria Rosalba Ciarlini Sandra Rosado Saúde Saúde da Mulher Secretária Estadual de Saúde Secretaria Estadual de Segurança Secretaria Municipal de Saúde Secretariado Segurança Senado Serviços Terceirizados Servidores Setor Salineiro SindGuardasRN Sindiserpum Sindsaúde/RN SINSP SINTE Solidariedade STF Styvenson Tapetão TCE-RN TCM Teatro Lauro Monte Tião Couto Tibau TJRN Trânsito e transporte TRE-RN TSE UERN UFERSA Vereadores Vice Violência contra a mulher