Coronavírus: universidades se posicionam sobre aulas | Blog Carol Ribeiro Coronavírus: universidades se posicionam sobre aulas | Blog Carol Ribeiro

segunda-feira, 16 de março de 2020

Coronavírus: universidades se posicionam sobre aulas

(Imagem: reprodução UERN)
A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) decidiu suspender, por 30 dias, as atividades presenciais de ensino, pesquisa, e extensão em todos os seus campi, orientando faculdades e departamentos a adotarem sistemas on-line para conclusão das aulas e demais atividades do semestre 2019.2, que tem seu encerramento marcado para o dia 28 de março de 2020.

A medida segue a política de ações preventivas e de proteção à comunidade acadêmica, orientada pela declaração de pandemia decorrente da contaminação com o novo coronavírus (COVID-19), da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 11 de março de 2020, e pelo Decreto Estadual 29.512, de 13 de março de 2020.

Esta e outras medidas constam na Portaria 346/2020-GP/FUERN, assinada pela presidente em exercício da FUERN e reitora em exercício da UERN, Profª. Dra. Fátima Raquel. Pela Portaria ficam suspensos todo e qualquer evento acadêmico ou administrativo que resulte na aglomeração de pessoas.

UFERSA

Já a Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) informa que está em diálogo com as demais instituições públicas de ensino superior do RN, por meio do Fórum de Reitores, desde a semana passada, com intuito de subsidiar decisões em conjunto. 

A gestão da Universidade informa que vai instalar e reunir o comitê de especialistas da instituição para recomendações e medidas que deverão ser tomadas nos próximos dias. A discussão sobre a suspensão das atividades acadêmicas presenciais e medidas para a continuidade dessas atividades à distância será ponto de pauta em reunião que deverá acontecer.

A Ufersa reitera que está monitorando a situação e tomando as providências cabíveis, seguindo orientações e protocolos do Ministério da Saúde, Ministério da Educação e do Governo do Estado.

UNP

A Universidade Potiguar (UNP) também decidiu manter as aulas, por enquanto. 

Caso a instituição seja notificada sobre algum caso confirmado de COVID-19 em um dos Campi, as atividades da turma serão suspensas para realização da desinfecção e da limpeza terminal da sala de aula, além das áreas comuns da unidade.

Para as unidades com casos suspeitos ou que não tenham diagnóstico confirmado de COVID-19, as atividades seguem mantidas, seguindo as recomendações da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) para o momento atual da COVID-19 no Brasil.

Os eventos acadêmicos, como colação de grau, seminários e palestras, previstos para o mês de março serão adiados. As novas datas dessas atividades serão informadas posteriormente pela instituição assim que forem reagendadas.

Nenhum comentário



POLÍTICA

ECONOMIA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA