Médicos cobram pagamento de atrasados da Prefeitura

Numa nota assinada por 32 médicos da Neoclínica, a Prefeitura de Mossoró é cobrada por débitos referentes a plantões e visitas médicas nos últimos três meses de 2019. 

Divulgada hoje (22), a nota os médicos enfatizam que existem vários profissionais afastados atualmente dos seus serviços habituais, devido à situação de pandemia do Covid-19, pois vários médicos adoeceram e outros estão na área de risco da doença. Assim, aumenta a necessidade de pagamento e de resposta da Prefeitura de Mossoró, que ignora essas reclamações.

Segundo eles, esses serviços foram prestados diariamente e de forma ininterrupta, por força de uma intervenção da justiça federal, devido à urgência desses trabalhos para a sociedade. Apesar dos serviços terem sido efetivamente prestados com todo zelo profissional, a Prefeitura de Mossoró não estabeleceu qualquer plano de pagamento, para remunerar os médicos da Neo Clínica SS. 

(Imagem: assessoria Neoclínica)


O outro lado

A Prefeitura de Mossoró emitiu nota de esclarecimento sobre o assunto. Leia:

Nota de esclarecimento 

A Prefeitura de Mossoró informa que está em fase de negociação com os médicos que prestam serviço por meio da Neoclínica para concluir os pagamentos do contrato anterior. Como o processo foi judicializado, a Prefeitura vai apresentar proposta para quitar os valores.

Sobre o exercício 2020, o Município esclarece que foram pagos os meses de janeiro e fevereiro, estando em processo de pagamento o mês de março, cumprindo os prazos estabelecidos com apresentação de nota de faturamento dos serviços prestados. 

A Prefeitura reitera o esforço para cumprir com todos os compromissos firmados, mesmo em um período de redução nas receitas e crise enfrentada nas contas públicas.

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA