Fátima Bezerra e a Reforma: salva pelo gongo

Compartilhar
Líder do Governo na AL, deputado George Soares, deverá buscar votos
(Foto: ALRN)

Com decisão da Secretaria Especial da Previdência e do Trabalho, do Ministério da Economia, a governadora e seus aliados na Assembleia Legislativa ganham mais dois meses para negociar votos da oposição e aprovar a Reforma da Previdência.

Veja vídeo:


*Salvo pelo gongo: Foram os ingleses que criaram, durante o século XVII, um mecanismo que deu origem à expressão popular: amarrar uma corda ao braço do defunto e ligá-la a um sino fora do túmulo. Assim, se o indivíduo tivesse sido enterrado equivocadamente, bastava tocar a sineta e ser literalmente “salvo pelo gongo”.

Leia Mais:

"Não daremos quórum", diz deputado sobre Reforma

Sindicato divulga contatos de deputados para cobranças

"Colocações são extremamente políticas", diz presidente do IPERN

Governistas derrubam proposta de adiar PEC da Previdência

Sem votos para aprovar reforma, governismo esvazia sessão


Compartilhar

0 comentários em "Fátima Bezerra e a Reforma: salva pelo gongo"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
CAROL RIBEIRO RECOMENDA
  • A partida de uma mãe
    Por Lúcia Rocha Quem disse que perder a mãe dói, falta com a verdade, pois é uma dor sobre-humana, imensurável. Mas, infelizmente, chega a hora delas e, co...
    Há 39 minutos