Servidores da Fundase cobram do Governo regularização salarial

Os servidores da Fundação de Atendimento Socieducativo (Fundase-RN) divulgam nota para clamar ao Governo do Estado regularização de pagamento salarial. Os agentes socieducativos tiveram renovação contratual no dia 30 de junho, mas só deverão receber, de acordo com contra-cheques, nove dias do mês de julho. Eles pedem uma folha suplementar para regularizar a situação.

Entenda na nota:

Aos responsáveis administrativos pelo setor de Recursos Humanos da FUNDASE-RN

Através desta mensagem, os agentes socioeducativos temporários das diversas Unidades de Atendimento Socioeducativo do Estado do Rio Grande do Norte, requisitam informações acerca do pagamento do valor subtraído dos salários do mês de Julho/2020, haja vista o pagamento previsto para o dia 15/07/2020 estar incompleto, conforme aponta o contracheque mensal.

Fundação atua em políticas socioeducativas de menores infratores
(Foto: web)

Considerando que os contratos temporários foram renovados em 30/06/2020, os mesmos venceriam dia 09/07/2020. Ou seja, o RH teve tempo habil para regularizar nossa situação,onde mesmo diante da pandemia de COVID-19, os profissionais estão prestando seus serviços, de forma ininterrupta, aguarda-se que a Administração Pública também cumpra com seu ônus de efetuar o pagamento integral dos valores restantes, com extrema urgência.

Tendo plena consciência de que estamos tratando de um dirieto já consolidado, que encontra fundamento legal e jurisprudencial suficientes para ser amparado até mesmo judicialmente, inclusive pelos próprios termos propostos no Termo de Ajustamento de Conduta que ensejou o encerramento da Intervenção Judicial da FUNDASE-RN, confiamos plenamente na resolução administrativa desta questão, de forma resolutiva e apaziguadora como já é de praxe.

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA