Nova reitora da Ufersa foi terceira em número de votos

O presidente Jair Bolsonaro mantém comportamento priorizar seu interesses e alinhamento ideológico, em vez de nomear o primeiro nome de listas tríplices. Não o fez na PGR, nem no IFRN, e agora também na UFERSA.


(Foto: Blog do Barreto)

Foi durante solenidade de entrega de habitações em Mossoró que anunciou: "Acabou de publicar no Diário Oficial da União a posse da professora Ludmila como reitora da Universidade Federal Rural do Semiárido".


Ludmila Carvalho ficou em terceiro lugar, com 18,33% dos votos, em eleição da UFERSA, realizada em 15 de junho. Em primeiro ficou Rodrigo Codes, com 37,55%, e em segundo lugar em votos Jean Berg, com 24,84%. Votaram 668 professores (94,75%); 487 técnicos (90,52%) e 4.594 alunos (39,93%).


A nomeação dela já era esperada e especulada, uma vez que desde a consulta vinha mostrando consonância com as ideias do Governo Federal.

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA