Deputado faz duras críticas à governadora e à desmilitarização da PM

Com mais de trinta anos de trabalho na Polícia Militar, O deputado estadual Coronel Azevedo criticou a governadora Fátima Bezerra pela proposta aprovada na II Conferência Estadual de Segurança Pública e de Defesa Social do RN e que prevê a desmilitarização da PM no Rio Grande do Norte. “É o cúmulo da maldade. Isso é atitude criminosa de viés ideológico”, afirmou durante sessão ordinária nesta terça-feira, 22, na Assembleia Legislativa.


Ainda de acordo com o parlamentar, Fátima quer “transformar a Polícia Militar em uma força partidária” e acusou o apoio de facções criminosas ao PT durante as eleições de 2018 em que a governadora foi eleita. “Ela traz a opção pelo direito daqueles que infringem a lei. Só falta agora Fátima mandar prender a polícia e soltar os bandidos. Não, não vamos aceitar”, criticou.


"Agora Fátima quer prender a polícia e soltar os bandidos", diz deputado
 (Foto: arquivo)


Coronel Azevedo declarou que “a sociedade repudia mais esse ato da pior governadora do Brasil” e cobrou postura dos gestores da Segurança Pública estadual quanto à proposta aprovada. “Qual a posição do sistema de segurança pública? Quem cala, consente. Eu não vou me calar”, ressaltou.

CAROL RIBEIRO RECOMENDA