Candidata indígena de Canguaretama, no RN, é destaque em Revista Nacional

Foto: divulgação

No Brasil, apenas seis mulheres indígenas estão concorrendo as prefeituras nas eleições 2020.


No Rio Grande do Norte, Wilinhene Cristina da Silva, mais conhecida como Irmã Lila é filha da Aldeia Indígena Catu e candidata a prefeita de Canguaretama. Aos 36 anos, atualmente ela é vereadora e está como presidente da câmara do município. A candidata foi destaque na revista AzMina, junto com outras 5 candidatas de estados brasileiros. 

O Brasil tem apenas 0,4% de candidatos indígenas, cerca de 2.177 candidaturas concorrendo às Eleições 2020, segundo levantamento do Elas no Congresso. Este número é relativamente proporcional à população indígena brasileira, que representa 0,4% (900 mil) da população total (209 milhões de pessoas). 

Única mulher a disputar o pleito na cidade, Irmã Lila enfrenta duas oligarquias, famílias que há mais de 30 anos revezam o poder de Canguaretama. A frente nas disputas, de acordo com as últimas pesquisas, ela pode ser a primeira prefeita de descendência indígena do Rio Grande do Norte.

Link

Marcadores

Mostrar mais

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA


  • Pensando bem…
    “A maioria das pessoas imagina que o importante, no diálogo, é a palavra. Engano, e repito: o importante é a pausa. É na pausa que duas pessoas se entendem...
    Há 11 horas