“São 15 dias de danos irreversíveis ao futebol do Estado”, diz presidente da FNF

Compartilhar

Em coletiva, Zé Vanildo esbravejou contra o Governo do Estado

(Foto: Augusto Gomes)


Por Larissa Maciel*

A surpresa quanto a paralisação do campeonato irritou o presidente José Vanildo, que aproveitou a oportunidade pra criticar o Governo. Em coletiva, ele ressaltou que quinze dias podem acarretar em consequências profundas ao futebol do interior. 

“Nós seguimos protocolos rígidos, com base na ciência. Temos um médico para isso. Um cientista. A decisão do governo não apresenta qualquer dado contra o campeonato. Já nos preparávamos para mais medidas rígidas”, disse. 

Zé Vanildo informou que estava prevista a redução de número de integrantes de equipes de 40 para 30 e criticou a ausência de medidas do próprio governo não apenas quanto ao futebol, como ao esporte.

”No governo da senhora (Fátima Bezerra) não há nenhum plano para o esporte. Não falo só do nosso futebol, não. Falo de todo o contexto. Por que somos afetados?”

A preocupação da Federação se dá principalmente pela renovação dos contratos de jogadores e demais gastos que as equipes poderão enfrentar. Segundo Zé Vanildo, são danos irreversíveis que podem até cancelar o campeonato inteiro.  

A informação é de que, nos últimos dias, a FNF já tentava o contato com o Governo para entender o quadro do campeonato. No entanto, a decisão unilateral irritou. Agora resta aguardar se o quadro permanecerá por 15 dias. 

*Larissa Maciel é formada em Jornalismo pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), é mossoroense, repórter e apresentadora da TCM Telecom e 95 FM, crescida entre fãs de esporte, jornalista por vocação e analista de esporte por amor à esta área da profissão em específico.

Compartilhar

0 comentários em " “São 15 dias de danos irreversíveis ao futebol do Estado”, diz presidente da FNF"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
CAROL RIBEIRO RECOMENDA