Professores da rede estadual estão em greve

Compartilhar

Educadores da rede estadual rejeitaram em assembleia a proposta do Governo do RN

(Foto: Governo do RN/ arquivo)

Com 90% dos votos sim, 6% não, e 3% de abstenção, os professores da rede estadual de ensino aprovaram o início da greve no estado. A assembleia aconteceu agora há pouco (14), em Natal.

O coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte/RN), Romulo Arnaud, afirmou que "o governo precisa apresentar uma proposta que de fato seja convincente para a categoria". 

A decisão foi tomada após reunião com representantes do Sindicato e o Governo do Estado.

A proposta da gestão estadual foi a seguinte:

1. Do piso: aplicar, em reais, a partir de janeiro para quem recebe menos que o valor R$ 3.845,63, proporcional a 30h (cerca de 8.000 servidores);

2. Do percentual para aqueles que não foram contemplados com o piso, será aplicado para ativos, inativos e pensionistas, da seguinte forma:

2.1 para os servidores que recebem valor inferior a R$ 3.843,63, serão aplicados percentuais que variam até 33,24%, de forma a garantir o Piso Nacional, a partir de janeiro de 2022.

2.2 Em março, 13% para todos que não receberam aumento em janeiro/22.

2.3 Em dezembro, o complemento dos 33,24%. E, parcela variável entre 0% e 17,91%, a depender da parcela recebida em janeiro ou março.

3. A parcela relativa ao mês de dezembro proposta está condicionada ao acordo legal com Tribunal de Contas do Estado e o Tribunal Regional Eleitoral. 

"Os cálculos foram feitos dentro dos valores suportáveis no orçamento. E contempla ativos, inativos e pensionistas com pagamento integral dos 33,24% a todos em dezembro, mediante acordo assegurando a legalidade junto ao TRE e TCE", informou o controlador-Geral do Estado, Pedro Lopes. 

Com a decisão, o Sinte/RN convida servidores de Mossoró e região para assembleia presencial, na sede da entidade em Mossoró, na próxima quarta-feira (14), para definir encaminhamentos de mobilização para o movimento grevista.

Compartilhar

0 comentários em "Professores da rede estadual estão em greve"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
CAROL RIBEIRO RECOMENDA