Secretária de Educação garante que já paga valor mínimo aos professores municipais

Compartilhar

Pela perspectiva apontada pela secretária Municipal de Educação, Hubeonia Alencar, a proposta a ser apresentada aos professores não deve atingir o índice nacional de reajuste do piso de 33,23%. 



Executivo Municipal e os trabalhadores deverão se reunir nesta quinta-feira (23), às 14h.

Hubeônia falou sobre a questão no Meio-Dia TCM (95FM de Mossoró) desta quarta-feira (23).

Ela defendeu que o piso é a remuneração mínima que cada professor no Brasil precisa receber, e que em 2021 no campo nacional o professor de início de carreira, de 40 horas, deveria receber no mínimo R$ 2.886,24 e agora, com o reajuste, esse valor passou para R$ 3.845,00. 

Segundo ela, em Mossoró, em 2021, o professor de 40h já recebia R$ 3.994,00 no início de carreira.

Complementa que em termos proporcionais, o professor de 30h, em nível nacional, recebia R$ 2.833,00, em 2021. Já em Mossoró, recebiam no ano passado R$ 2.895.

"Legalmente já se paga o mínimo. Mesmo assim, na linha de valorização do professor, também vamos seguir nessa linha para ajustar para além do piso", disse.

Fundeb

Já sobre os repasses do Fundeb, que o Sindiserpum defende como opção para o reajuste no índice nacional, Hubeônia alerta:

"Não houve repasse nos municípios na proporção do reajuste".

Para ouvir o programa na íntegra, clique aqui.

Compartilhar

0 comentários em "Secretária de Educação garante que já paga valor mínimo aos professores municipais"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
CAROL RIBEIRO RECOMENDA