segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Em Mossoró, apoiadores de Bolsonaro protagonizam relatos de intolerância política com ameaças

Compartilhar
No último fim de semana, relatos de ameaças de agressão e de morte, atribuídas a eleitores do candidato à presidência Jair Bolsonaro, foram destaque nas redes sociais em Mossoró.

Um professor relatou em seu facebook que sofreu ameaça via rede social por afirmar que vota no candidato Haddad.


Já em outra publicação, uma cliente de uma loja da cidade afirma ter acompanhado repercussão de constrangimento que uma funcionária de uma loja sofrera por não ter escolha por um candidato.

Já num caso mais grave, um estudante narra, aparentemente abalado, em um vídeo em seu instagram, que foi intimidado com uma arma por ter abraçado o seu namorado. Veja:

  
Em todo o Brasil, e em outras cidades do Rio Grande do Norte, são frequentes os casos de ameaças e até agressões por motivações políticas nesta campanha eleitoral. Na Bahia, um professor de capoeira foi morto por afirmar que havia votado no candidato do PT, logo depois do pleito do 1º turno.

* Texto editado às 15:11.