sábado, 30 de março de 2019

Seleção e Tite: você entrou em lua de mel antes de conhecer o amor

Compartilhar
(Foto: reprodução/ Mowa Press)

Esqueça o 3x1 de hoje contra a República Tcheca. Não é relevante o resultado, já que se tratava de um amistoso preparatório, mas COMO SERIA RELEVANTE, caso tivesse perdido para a outra “poderosa” seleção. O torcedor brasileiro, depois de tanto pedir o Tite no comando da canarinha, hoje reclama do time, do Tite e de suas “pregações”.

Quem realmente conhece a trajetória do Adenor Leonardo Bacchi sabe que esse gaúcho sempre teve esse vocabulário inusitado. Da mesma maneira em que suas equipes jamais se construíram do dia para a noite. Os resultados estonteantes nas eliminatórias para a Copa do Mundo e a classificação antecipada foram um Sprint, aquele primeiro olhar de um casal que se apaixonou rápido e fácil, pensando que tudo seria um mar de rosas.

Nunca se deve entrar em lua de mel antes de conhecer quem é o seu mais novo amor. Traduzindo, nunca se deixe enganar pelos primeiros resultados. Não estou desmerecendo o trabalho do Tite, MUITO PELO CONTRÁRIO. Destaco que é preciso paciência. A bola não é só espetáculo, futebol não é só golaço, é jogo pensado, estudado, até mesmo catimbado. Não dá pra golear todo mundo, mas claro que dá para cobrar melhores atuações. Isso é natural.

E lembro também que o jogo NUNCA será o que você sempre quer ver. O time segue se reestruturando, com novas peças se colocando a disposição como Neres, Vinícius Junior, Paquetá. Tenhamos paciência. A copa é só em 2022. Não há motivo pra tanto alarde.

*Larissa Maciel é formada em Jornalismo pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), é mossoroense, repórter e apresentadora da TCM Telecom e 95 FM, crescida entre fãs de esporte, jornalista por vocação e analista de esporte por amor à esta área da profissão em específico. 

**Texto originalmente divulgado em 26/03/19.