terça-feira, 14 de maio de 2019

Estudantes promoveram marcha em defesa da educação pública em Mossoró

Compartilhar
Movimento aconteceu até 20h (Foto: assessoria de imprensa)
No fim da tarde desta segunda-feira (13), estudantes da UERN, UFERSA, IFRN e de escolas públicas de ensino médio promoveram uma marcha em defesa da educação em Mossoró/RN. Grêmios estudantis, centros acadêmicos, diretórios centrais estudantis, sindicatos ligados ao Fórum dos Servidores do Oeste Potiguar e entidades ligadas à Frente Brasil Popular estiveram presentes.

O movimento estudantil reinvindica a derrubada do contingenciamento de 30% de investimentos em educação pública anunciada pelo Ministro da Educação, Weintraub, e pelo governo Bolsonaro (PSL). 

O ato iniciou cerca de 16h, partindo de concentração no IFRN, e seguiu em direção à UFERSA. O movimento promoveu uma ocupação simbólica da reitoria da UFERSA, como uma reinvindicação ao reitor para que tomasse uma posição institucional enfática contra os cortes de Bolsonaro: "Arimatéa, preste atenção, se posicione pela educação".

Os estudantes bloquearam temporariamente a BR-304 e seguiram em marcha em direção à UERN, local onde o ato contou com encerramento no Centro de Convivência em forma de aula Pública contra os cortes na educação.

"Amanhã vai ser maior"

Os estudantes prometem engrossar a greve nacional da educação neste 15/05, junto à categorias de trabalhadores em educação. A concentração do protesto em Mossoró será às 8h, em frente à UFERSA.