segunda-feira, 17 de junho de 2019

Greve da Polícia e Bombeiros Militares do RN é finalizada após acordo; Veja protestos

Compartilhar
A parada durou cerca de 10 horas. Após alcançar adesão de 100% do efetivo em Mossoró e região, e trabalhar com apenas quatro viaturas em Natal e região metropolitana, a PM conseguiu diálogo com o Governo do Estado.

O acordo firmado entre PM e o Executivo Estadual está registrado no documento abaixo:

(Imagem: reprodução)

A reunião contou com a presença dos comandantes da PM-RN, coronel Alarico Azevedo, e do CBM-RN, coronel Monteiro Júnior, além do secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, e a secretária Virgínia Ferreira (Administração). Os deputados estaduais Kelps Lima e Coronel Azevedo também participaram do encontro.

As entidades representativas da tropa foram representadas pelo capitão PM Robson Teixeira, presidente da Associação dos Oficiais Militares Estaduais do Rio Grande do Norte (ASSOFME); o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtententes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBM-RN), o cabo PM Roberto Campos, presidente da Associação de Cabos e Soldados da PM-RN (ACS); e soldado Rodrigo Marimbondo, presidente da Associação de Bombeiros Militares do RN (ABM-RN).

A greve teve início por volta das 8h de hoje (17). Os policiais reclamavam, entre várias reivindicações, a abertura de diálogo com o Governo. Os agentes emitiram avisos aconselhando a população a ficar em casa. Em Mossoró, nove pessoas foram vítimas de violência, entre homicídios e baleados, além de assaltos.

Veja abaixo os protestos que aconteceram de manhã no RN:


Mossoró/RN (Fonte: ig da APRAM)


Natal/RN (Fonte: Blog Carlos Santos)