segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Prefeitura deve quatro meses de pagamento aos anestesiologistas de Mossoró

Compartilhar
Médicos atuam na maternidade Almeida Castro
(Foto: autor não identificado)
Do Blog do Barreto

A Prefeitura de Mossoró está devendo quatro meses à Clínica de Anestesiologia de Mossoró (CAM). A dívida é de R$ 400 mil. Além dos atrasos nas mensalidades ainda estão em aberto três parcelas dos plantões de 2017.

Segundo o diretor técnico e administrativo da Clínica de Anestesiologia de Mossoró (CAM), Ronaldo Fixina, quando a nota de julho for tirada serão cinco mensalidades em aberto. “Qual justificativa deste atraso sem critérios de razoabilidade e depois de um Mossoró Cidade Junina tão lindo?”, questiona.

Ele se disse incomodado com o silêncio dos médicos que sofrem com os constantes atrasos. “Os pediatras e obstetras provavelmente não estão com salários atrasados, pois, nenhum reclama de nada Ou então eles trabalham por amor ‘a saúde das gestantes’ isso é lindo”, ironizou.

São 700 gestantes por mês atendidas na Maternidade Almeida Castro, que está sob intervenção federal há cinco anos. “O trabalho do anestesiologista é sério envolve enorme responsabilidade e salário significa manutenção da família”, disse.

Ele lamentou que ter que todos os meses retirar a nota fiscal pagando a tributação de forma antecipada. “Os anestesiologistas estão financiando a saúde de Mossoró porque pagamos uma inútil tributação antecipadamente”, criticou.