ABI rechaça "declarações estapafúrdias" do presidente da República; Veja monitoramento de ataques

Na última segunda-feira (06), o presidente Jair Bolsonaro fez mais um ataque à imprensa e afirmou que os jornalistas são "uma espécie em extinção". A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) divulgou uma nota rechaçando o que "talvez deva ser um desejo oculto seu". Leia: 

(Imagem: reprodução/ ABI)

Ataques

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) verificou, no ano de 2019, 116 ataques do presidente Jair Bolsonaro à imprensa. Foram registrados, acada três dias, um ataque, levando em consideração apenas os pronunciamentos registrados por escrito nos meios oficiais do presidente, que são o twitter e as entrevistas e discursos transcritos no site do Planalto.

Pelo monitoramento da FENAJ, foram 11 ataques a jornalistas, e 105 tentativas de descredibilização da imprensa.


CAROL RIBEIRO RECOMENDA