Mossoró terá cinco mulheres na disputa pela Prefeitura?

Ainda não se sabe se todas as candidaturas vão prosperar. Daqui para as convenções, no dia 16 de setembro, muitas variáveis deverão definir a viabilidade, ou não, dos nomes que se colocam.

Mas dentre as pré-candidaturas que se apresentam em Mossoró para a majoritária, cinco são de mulheres.

Rosalba Ciarlini, Isolda Dantas, Angela Schneider, Irmã Ceição e Claudia Regina
(Montagem: Blog Carol Ribeiro)

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP), que tentará a reeleição, é uma das pré-candidatas garantidas à disputa. Tentará o quinto mandato no Executivo Municipal.

Isolda Dantas (PT) é presidente do PT em Mossoró, ex-vereadora e hoje deputada estadual. Conseguiu popularizar a sigla no município para além dos muros intelectuais acadêmicos e ampliou a filiação jovem, negra, feminina e LGBT. Conta com isso para viabilização da candidatura.

Claudia Regina (DEM) é o elemento novo na corrida de 2020. Com candidatura possibilitada pelo adiamento das eleições, pode oficializar postulação nas próximas semanas. Após as 13 cassações em 2013, é hoje rival de Rosalba Ciarlini e vem trabalhando desde então para voltar à vida pública.

Leia Mais:

Já a dra Ângela Schneider (PRTB) é uma das alas do Bolsonarismo em Mossoró. A ortodontista foi uma das pessoas que mais trabalhou pela coleta de assinaturas na cidade para criação do Aliança pelo Brasil. O projeto ainda não vingou, mas Ângela se coloca como um dos nomes da direita conservadora a almejar o Executivo mossoroense. 

Ainda tem Maria da Conceição Cesáreo, a Irmã Ceição (PTB): em 2008 obteve 130 votos a vereadora pelo PSL. Como suplente, chegou a ocupar cadeira na Câmara Municipal durante um mês em 2012 em face de afastamento de Maria das Malhas. Em 2018, foi candidata a deputada estadual pelo PT e conseguiu 412 votos em Mossoró e 627 no estado. 

Além do PT, a esquerda teve a pré-candidatura de Telma Gurgel (PSOL) anunciada, mas em seguida retirada. Ela será candidata a vereadora. 

Pré-candidatos

Entre os homens, estão Allyson Bezerra (Solidariedade), Gutemberg Dias (PCdoB) e dr Daniel (PSL). Jorge do Rosário (PL) se colocou como pré-candidato, mas já admitiu que poderá ser vice de Rosalba Ciarlini.

Nota do Blog - A presença feminina em pleitos eleitorais é importante para que as mulheres discutam sobre temas que atingem suas vidas diretamente. A representatividade feminina em cargos públicos pode ampliar a discussão sobre direitos da mulher. Em breve o Blog abordará detalhamento sobre este tema.

CAROL RIBEIRO RECOMENDA