Prefeitura detalha alterações no trânsito de Mossoró

Mossoró ganhará, em breve, moderna rede de semáforos. O anúncio foi feito ontem (16), na Câmara Municipal de Mossoró, pelo diretor do Departamento de Engenharia e Planejamento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, André Nogueira. Ele foi o convidado da segunda edição do projeto Diálogos sobre Mobilidade Urbana, realizado pela Frente Parlamentar de Trânsito e Mobilidade Urbana (FPTMU), presidida pelo vereador Alex Moacir (PP).

O novo sistema, segundo Nogueira, será digital e operado remotamente. Substituirá a atual rede eletromecânica, controlada de forma manual. Melhorará a sincronia e permitirá, por exemplo, aumentar ou diminuir tempo dos semáforos, de acordo com horários e fluxo de veículos, em tempo real. “Estamos trabalhando no termo de referência para fazer essa modernização”, informa o engenheiro civil. Mossoró possui semáforos em 72 cruzamentos.


Diálogo

A reunião foi no formato de pergunta e resposta. Ao responder outra consideração de Alex Moacir, André Nogueira informou estudo para diminuir retornos em canteiros de vias movimentadas. A medida visa a dar mais fluidez e segurança no trânsito. “O projeto está mais avançado para a Avenida João da Escóssia. Estamos concluindo o estudo, porque não é só fechar o canteiro, mas dar opção de retorno, trabalho gradativo”, explica.

Alex Moacir e André Nogueira (Foto: Edilberto Barros/ CMM)


Outra novidade será ampliação de estacionamento rotativo para três pontos do Centro. Já são mais de 200 vagas de parada de curta duração (máximo de 30 minutos). A medida, segundo ele, promove rotatividade de cerca de 4.800 veículos por dia.

Intervenções

Nogueira também anunciou sequência do projeto Via Livre – proibição de estacionamento em determinados horários. A ação adiciona uma faixa de rolamento em vias estratégicas. Recentemente, foi estendido para trechos das ruas Frei Miguelinho e João de Escóssia. Nesta, a pedido de comerciantes, a Secretaria flexibilizou horários. Outras áreas estão em estudo.

Sobre rotatórias, o engenheiro apresentou projeto para o largo da Igreja São João (bairro 12 Anos), onde há zona de conflito no cruzamento das ruas Felipe Camarão e Manoel João. Também anunciou estudo para transformar a rotatória da Avenida Rio Branco com Rua Prudente se Morais em semáforos. “Essa rotatória foi subdimensionada, há dificuldades para tráfego de grande porte”, justifica.

Avanços

O diálogo abordou ainda outros temas sobre a mobilidade urbana, como sinalizações horizontal (placas) e vertical (faixas de pedestres) – trabalho contínuo, segundo Nogueira. O vereador Alex Moacir considerou a reunião positiva. Lançou luz sobre questões do dia a dia de Mossoró. “O aumento constante da frota exige intervenções para tornar o trânsito mais seguro e fluído. E percebemos esse esforço da gestão municipal”, observa.

Ex-secretário municipal de Mobilidade Urbana, o vereador lembra que a eficiência das ações decorre da municipalização do trânsito em Mossoró, em 2009, quando era secretário. “Antes, quando queimava uma lâmpada de semáforo, tinha que solicitar ao Detran, em Natal”, recorda. O parlamentar informa que a FPTMU continuará nas próximas semanas o projeto Diálogos sobre Mobilidade Urbana, com tema e data a serem definidos.

Marcadores

Mostrar mais

POLÍTICA

ECONOMIA

MULHER

CULTURA

CAROL RIBEIRO RECOMENDA