Mossoró pede doses da Coronavac que estão em estoque; Fátima garante liberação

Compartilhar

Secretaria Municipal de Saúde confirma dispor de doses guardadas para uso exclusivo na segunda dose: “Mossoró não está livre do risco de ter que suspender a vacinação"

(Foto: Secom/ PMM)

A Prefeitura de Mossoró solicitou ao Governo do Rio Grande do Norte doses extras para continuidade da vacinação contra a Covid-19, com Coronavac, tendo em vista a escassez do imunizante no Brasil, decorrente do atraso na importação de insumo da China.

Pedido igual foi feito pela Prefeitura de Natal, que conseguiu com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESAP/RN) repasse de 2.800 doses extras, da chamada reserva técnica do Estado. 

Assim, Mossoró aguarda receber o mesmo tratamento dado à capital, a fim de manter o avançado calendário de imunização, que coloca o município como destaque em matéria de vacinação no Estado.

No meio da tarde deste sábado, o Prefeito escreveu em seu twitter que recebeu uma ligação da governadora Fátima Bezerra, que garantiu a liberação dos imunizantes, o que permite a continuidade da vacinação em Mossoró neste domingo:

(Imagem: reprodução)

Ação preventiva

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Morgana Dantas, a preocupação com a possibilidade de faltar vacina do Butantan em Mossoró precisa ser levada em consideração pela Sesap.

“Esse problema é nacional e ocorre porque o laboratório fabricante parou a produção por falta de insumos. Eles chegaram da China com 10 dias de atraso”, explica.

Nesse contexto, a Prefeitura de Mossoró age preventivamente, segundo ela, pois ainda não há falta da vacina Coronavac/Butantan no município. A Secretaria Municipal de Saúde confirma dispor de doses guardadas para uso exclusivo na segunda dose. “Porém, assim como vem acontecendo em outras cidades, Mossoró não está livre do risco de ter que suspender a vacinação com Coronavac, em decorrência da escassez do imunizante”, alerta Morgana.

Menos doses

A secretária ressalta outro problema, que também afetou as reservas da Coronavac em Mossoró. Trata-se de ampolas com 9 doses ou até menos, quando deveriam possuir 10 doses.

“Este problema sério foi relatado por cidades e estados de todo o Brasil. Nós não tínhamos as 10 doses nas ampolas da Coronavac, mas, para fins de registro, as dez doses estavam lá presentes como doses perdidas, quando na verdade elas nem existiam. Isso obrigou até uma alteração na ferramenta do RN Mais Vacina”, explica.

Nova remessa

Na sexta-feira (23), o Rio Grande do Norte recebeu do Ministério da Saúde nova remessa de vacinas contra a Covid-19, em quantidade menor que a de remesses anteriores, apenas 51.400 doses. Destas, apenas 10.400 doses são da Coronavac/Butantan.

São 4.470 doses no estoque da URSAP aqui em Mossoró. São 3.070 Astrazeneca e 1.400 da CoronaVac. 

A primeira dose 60+ e dos renais crônicos segue acontecendo normalmente com a AstraZeneca. Estamos no aguardo e confiantes na sensibilidade e rapidez.

Compartilhar

0 comentários em "Mossoró pede doses da Coronavac que estão em estoque; Fátima garante liberação"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
CAROL RIBEIRO RECOMENDA
  • Que país insano
    Esse país está cada dia mais avacalhado, a partir de suas instituições de Estado. No Congresso Nacional, temos o senador Renan Calheiros (MDB-AL) ameaçando...
    Há 2 horas