Trabalhadores da Educação reafirmam que só retornam após vacinação da categoria

Compartilhar

Assunto foi discutido em assembleia da categoria 

Assembleia virtual aconteceu depois de recomendação do MPRN (Imagem: reprodução)

Em assembleia virtual realizada nesta sexta-feira (09) pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum), profissionais que atuam na Educação municipal reafirmaram a importância de que as aulas presenciais no município só aconteçam após a vacinação de toda a categoria.

Em decisão de assembleia anterior e mesmo no ofício com a pauta de reivindicações 2021 a necessidade de vacina antes do retorno das aulas já havia sido estabelecida como necessária e urgente.

A assembleia aconteceu após a Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte para obrigar o Estado do Rio Grande do Norte a retornar com as aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do RN.

A assembleia foi conduzida pela presidente do Sindiserpum e vereadora Marleide Cunha, que, em suas redes sociais, fez um desabafo: “É unânime entre todas(os): o entendimento de que não há a mínima condição de retorno das aulas presenciais na atual situação da pandemia. A pandemia, como sabem, se agrava a cada dia. Após a vacinação de todos os profissionais da educação, sim, será possível planejar, organizar e executar um retorno. Antes disso, não há condições. É desumano exigir um retorno nas atuais circunstâncias: é por em risco muitas vidas”.

Durante a assembleia, os servidores atentaram para várias condições adversas enfrentadas nas escolas que vão de encontro a qualquer medida que contribua para um retorno às atividades escolares neste momento.

*Com informações do Sindiserpum Mossoró

Compartilhar

0 comentários em "Trabalhadores da Educação reafirmam que só retornam após vacinação da categoria"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
CAROL RIBEIRO RECOMENDA