quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Monotonia na internet: "santinhos" virtuais são o carro chefe da campanha

Compartilhar
Mais do mesmo. É com esse clichê que se pode definir a mesmice da campanha eleitoral na internet. Abarrotadas de "santinhos" de candidatos, as redes sociais têm funcionado como mais um meio de distribuição de material gráfico, com a virtualização do material que costumava ser impresso. E isso pouca diferença faz.

Foto: msdm.net
Subutilizada, entretanto. O meio virtual oferece inúmeras possibilidades, mas até hoje, no Brasil, nunca um candidato soube utilizar as melhores possibilidades que a ferramenta oferece, do ponto de vista do marketing político. É de dar sono.

Com uma campanha bem estruturada, o candidato pode se utilizar da amplitude de convergência de mídias que as redes oferecem para se aproximar do eleitor. Depois de ganhar o eleitor virtual, ele pode fazer a diferença em seu resultado nas urnas. O problema é que isso requer criatividade.