terça-feira, 12 de novembro de 2019

Servidores e prefeita Rosalba negociam correção de carga horária

Compartilhar
Reunião aconteceu no Palácio da Resistência (Foto: cedida)
Finalmente, a prefeita Rosalba Ciarlini e os servidores da Estratégia de Saúde da Família avançaram sobre a correção da carga horária.  

Em mais um encontro, hoje (12), foi apresentada a proposta de correção de vencimento para corresponder à carga horária determinada pelo Plano de Cargos da categoria. 

A Prefeitura propôs a criação de lei específica para encaminhar até fevereiro de 2020 à Câmara Municipal. Na reunião ficou acertada que a correção será escalonada a partir de março, de forma gradativa, em seis parcelas.

Os servidores afirmam ao Blog que esperam que a prefeita "cumpra com sua palavra".

R$ 650 mil

Segundo a chefe de gabinete, Fernanda Kaline, as correções devem ser bem planejadas, porque deverão representar um impacto de cerca de R$ 650 mil/ mês na folha de pagamento.

O Município conta com 70 equipes de ESF, contabilizando aproximadamente 335 servidores. 

Participaram da reunião os secretários de Administração, Pedro Almeida, da Saúde, Saudade Azevedo, além da Procuradora Geral, Karina Ferreira e Consultor Geral, Anselmo Carvalho.

Nesta quarta-feira (13), os servidores da ESF devem se reunir em assembleia para deliberar sobre o assunto. A próxima reunião dos trabalhadores com a gestão municipal ficou marcada para o dia 27 de novembro com as secretarias de Administração, Saúde e consultoria do município.