Eleitores não poderão impulsionar publicações de candidatos na internet

A partir do dia 27 de setembro, quando tem início o período de propaganda eleitoral, pela primeira vez o impulsionamento de publicações nas redes sociais estará permitido. Mas ele poderá ser feito somente pelos candidatos, partidos ou coligações.

O eleitor ou apoiador não poderá pagar para que a divulgação do seu candidato alcance mais pessoas além dos seus seguidores. O eleitor só poderá fazer propaganda gratuita.

Esta é uma verba que terá que ser declarada na prestação de contas dos partidos e candidatos. 

(Imagem: Interligadosonline)

O assunto foi um dos temas da conversa com o chefe de cartório da 33ª zona eleitoral do TRE, Luiz Sergio Monte, no Cenário Político (TCM Telecom), do dia  de setembro.

Veja programa completo aqui, aqui e aqui.


CAROL RIBEIRO RECOMENDA