Projetos científicos da rede municipal de ensino de Mossoró são avaliados por comissão da Febrace

Compartilhar

As avaliações seguem acontecendo até a próxima quarta-feira (12), em formato virtual, com apresentações remotas pelos estudantes.

Foto: Divulgação (PMM)

Os dois projetos credenciados pela rede municipal de ensino de Mossoró para a 20ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE) começaram a ser avaliados pela banca organizadora do evento nesta segunda-feira (10).

Os projetos, classificados após apresentação na Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino de Mossoró (FECIRME), foram “Gerador de Energia”, dos alunos André Filho, Rickson José e Pedro Gabriel, da Escola Municipal Vereador José Bernardo, zona rural (Passagem de Pedra) e “Intolerância na internet: o discurso de ódio no meio virtual”, idealizado pelas estudantes Camily Queiroz e Ana Júlia Duarte, da Escola Municipal Ronald Pinheiro Neo Júnior.

“Não imaginava que o projeto pudesse chegar tão longe. Eu até pensava que iria alcançar uma premiação municipal, algo na Feira do Semiárido, mas superou muito as minhas expectativas, porque uma feira de nível nacional é algo muito grande, que eu não imaginava alcançar, mas aqui estou. O projeto trouxe muito aprendizado para nós. É muito importante participarmos dessas oportunidades que a escola e o município nos dão”, comentou a aluna Camily Queiroz.

O projeto sobre intolerância na internet foi orientado pelo professor Higo Thayrone. “A gente incentiva, motiva os alunos na construção dos saberes, para que a cada ano nossa escola possa evoluir na feira de ciências e, graças a Deus, está dando certo. Ficamos orgulhosos em perceber que os alunos estão entendendo a importância da feira no Ensino Fundamental. Com o credenciamento para a Febrace, o compromisso e a responsabilidade em representar o município aumentam”, frisou.

O estudante Andreilson Lima, do projeto “Gerador de Energia”, que tem como objetivo oferecer uma alternativa de geração de energia limpa, através de uma bicicleta e um alternador, destaca a importância da feira para o seu aprendizado. “Aprendemos muito sobre energia elétrica, sobre processos mecânicos. Participar de uma feira como essa é muito importante, não só no desenvolvimento do nosso projeto, mas também acompanhando o trabalho dos colegas. São muitas experiências positivas”, disse, pontuando ainda:

“A ideia é que o projeto seja utilizado, seja viável, porque ele permite a geração de energia limpa para ligar qualquer objeto da casa, transformando energia de 12v em 220v, com a possibilidade de ligar geladeira, televisão, por exemplo. A intenção é também ajudar a comunidade, utilizando essa fonte de energia para reduzir custos no consumo de energia no acionamento, por exemplo, das bombas d'água da comunidade”, explicou.

A orientação do trabalho idealizado pelos alunos da Escola Vereador José Bernardo coube ao professor Adeilson Mendes, que comemorou a apresentação realizada junto à comissão de avaliadores da Febrace. “Nossos alunos foram muito bem. Os avaliadores elogiaram bastante. Os alunos já são vencedores, independente do resultado. Esse momento é muito importante para eles, porque traz experiência, bagagem, muitas lições e aprendizados. Para nossa escola é um orgulho imenso a participação na Febrace”, concluiu o docente.

A mostra dos finalistas da Febrace acontecerá de 21 a 25 de março, em São Paulo (SP). A relação dos 70 projetos que serão expostos na última etapa da feira será divulgada na próxima sexta-feira (14).

*Com informações da SECOM/PMM

Compartilhar

0 comentários em "Projetos científicos da rede municipal de ensino de Mossoró são avaliados por comissão da Febrace"

Postar um comentário

Postagens anteriores → ← Postagens mais recentes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
CAROL RIBEIRO RECOMENDA