quarta-feira, 12 de setembro de 2018

No RN, 97% da população têm medo de sair de casa

Compartilhar
(Charge: Amâncio)
Roubo e homicídio são as principais preocupações dos norte-riograndenses. Os dados são do relatório da Inpacta UFRN sobre a violência no RN, elaborado a pedido da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte (ADEPOL/RN), através de uma pesquisa com a população, coletada pela internet.

Os dados do levantamento foram entregues aos candidatos ao governo do RN e a demais  poderes do estado e entidades representativas de classes.

Segundo os dados, em todo o Estado, 97% da população não se sentem seguros ao sair de casa. 39,5% têm o roubo como maior preocupação. Já homicídio é preocupação de 26,4% dos que responderam à pesquisa. Tráfico de drogas preocupa 22,6% e violência contra vulneráveis, 11,5%.

Para a maioria da população, investimento em tecnologia policial (20,6%) e políticas preventivas (19%) são as principais soluções para a insegurança.

Em porcentagens menores, se acredita que impor uma legislação penal mais rígida (18,6%), aumentar o efetivo policial (18%), melhorar a educação (14%) e o sistema prisional (9,8%) também são medidas necessárias ao novo gestor do RN.